Acompanhe nas redes sociais:

21 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 783 / 2014

13/08/2014 - 11:02:00

Hospital Regional Santa Rita tem médico com salário de R$ 30 mil

A revelação é do prefeito James Ribeiro, afirmando que vai provocar o Ministério Público para investigar a caixa preta do Santa Rita

Geovan Benjoino [email protected]

O Hospital Regional Santa Rita de Palmeira dos Índios tem médico que ganha por mês R$ 30 mil, além de possuir uma caixa preta. A revelação é do prefeito de Palmeira dos Índios James Ribeiro, que levantou suspeita quanto à aplicação dos recursos financeiros do Ministério da Saúde repassados pela prefeitura à unidade hospitalar.

O prefeito disse que de novembro de 2013 a julho de 2014 o Hospital Santa Rita recebeu do Ministério da Saúde R$ 13.384.974,71 (Treze milhões trezentos e oitenta quatro mil novecentos e setenta quatro e setenta Reais e setenta um centavos). Desse montante, o setor de urgência e emergência do hospital regional recebeu R$ 4.671.205,09 (Quatro milhões seiscentos e setenta um mil duzentos e cinco Reais e nove centavos). Em Julho deste ano o Santa Rita recebeu R$ 2.698.100,84 (Dois milhões seiscentos e noventa e oito mil cem Reais e oitenta e quatro centavos).“Não se admite o palmeirense adoecer e chegar ao hospital e não ter médico plantonista.

Para onde o dinheiro tá indo?!”, pergunta o prefeito indignado com a informação de que o Santa Rita está vivendo crise financeira. “Se a população chegar ao hospital e lá falarem que o Santa Rita não tem médico porque o prefeito não repassou o dinheiro, é mentira! Linguem para o prefeito, liguem para o Ministério Público”, ressalta.James Ribeiro pediu ao povo para não se omitir quando não for atendido pelo Hospital Santa Rita.

“Denuncie, população! Por que a prefeitura tem pagado ao hospital em dia. É obrigação do hospital ter plantonista. Se não tiver médico (o hospital Santa Rita) denuncie ao prefeito. Eu Estou vigilante”, enfatizou o prefeito em entrevista concedida ao radialista Anselmo Robério, da Palmeira FM. “Eles recebem recursos para o hospital ter médico de plantão 24 horas. É muito dinheiro. Se o hospital não tem dinheiro para contratar médico, então para onde está indo o dinheiro?”, indaga o prefeito questionando a lisurana administração dos recursos públicos destinados à manutenção do Hospital Santa Rita.

”Nós vamos provocar uma auditoria porque queremos saber para onde está indo esse dinheiro que é destinado ao hospital”, enfatizou o prefeito durante outra entrevista concedida anteriormente ao radialista Edvaldo Silva, da Sampaio FM.Indignado com a notícia de que o salário dos funcionários do Santa Rita poderia atrasar por causa do suposto atraso do repasse dos recursos, James Ribeiro respondeu: “Perguntem se o salário deles (da direção) está atrasado?! Essa história que o salário da folha está atrasado, é mentira”.

O prefeito disse que vai contatar autoridades visando a construção de um novo hospital em Palmeira dos Índios em resposta a falta de assistência do Hospital Santa Rita à população.

Reação

Um médico que trabalha no hospital Santa Rita, que pediu para não ser identificado temendo retaliação reagiu às críticas proferidas pelo prefeito. “Se James Ribeiro faz questão de ser transparente e quer que o Ministério Público realize auditoria no dinheiro repassado ao Hospital Santa Rita, que ele também provoque o Ministério Público para auditar as contas da prefeitura de Palmeira dos Índios, pois quem trabalha de forma transparente não teme auditoria”, ressaltou.

Questionada a respeito da gravidade das declarações proferidas pelo prefeito James Ribeiro, a professora Rênia Maria Sarmento Gonzaga disse que o Ministério Público não pode ficar indiferente.  “É muito grave o que o prefeito disse. E o Ministério Público, como guardião da sociedade, tem o dever de ofício de realizar uma auditoria no dinheiro do SUS repassado ao Hospital Santa Rita”, ressalta Rênia Sarmento.

“Essa situação não pode ficar embaixo do tapete. É preciso que tudo seja esclarecido e a verdade prevaleça”, concluiu. A Constituição da República Federativa do Brasil, DE 1988, em seu artigo 129, enfatiza dentre outras funções do Ministério Público a promoção do inquérito civil e a ação civil pública visando a proteção do patrimônio público e social.

O sol não pode ser obstado pela peneira. As acusações enfatizadas pelo prefeito James Ribeiro contra a direção do Hospital Regional Santa Rita comprometeram sua direção, que precisa esclarecer à sociedade o paradeiro dos recursos públicos recebidos todos os meses. As declarações foram veiculadas pela imprensa, que por sua vez, as levou ao conhecimento de todos.

A sociedade, atônita e confusa, quer só e somente só a veracidade dos fatos.Por que até agora a direção do Hospital Santa Rita não respondeu as acusações contra si proferidas pelo prefeito James Ribeiro? – É a pergunta que continua ecoando nos ouvidos e na alma da sociedade.“Eu só digo uma coisa: muita coisa a gente precisa investigar”, ressaltou o prefeito referindo-se a atual gestão do Hospital Santa Rita, provocando mais uma vez dúvidas quanto à transparência da aplicação do dinheiro que patrocina as ações de saúde a todos que procuram a unidade hospitalar palmeirense em busca de socorro.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia