Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 781 / 2014

29/07/2014 - 07:30:00

MEIO AMBIENTE

Desmatamento da Amazônia Legal 

O desmatamento na floresta amazônica em junho deste ano foi de 843 km², aumento de 358% em relação ao mesmo mês do ano anterior, de acordo com boletim do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), divulgado no dia 21. O levantamento é paralelo ao oficial da devastação na Amazônia Legal, divulgado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a partir do sistema Deter, que detecta desmates em tempo real com a ajuda de satélites.A maior parte da devastação ocorreu no Pará (464 km²), seguido de Amazonas (136 km²), Rondônia (126 km²), Mato Grosso (115 km²) e Acre (2 km²).

Mês de junho

Levantamento divulgado pela Agência Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), dos Estados Unidos, apontou que 2014 teve o mês de junho mais quente desde 1880, quando começaram os registros de temperatura.A temperatura média na superfície terrestre e nos oceanos alcançou 16,22°C no período, ou seja, 0,72°C a mais que a média do século 20 para este mês. A cifra supera o último recorde de junho, que remonta a 2010, informou a NOAA.


2013

As temperaturas globais estão aumentando, com as concentrações de gases de efeito estufa atingindo picos históricos e o gelo do Ártico derretendo, o que faz com que 2013 esteja entre os 10 anos mais quentes de que se tem registro, informou um relatório internacional publicado pela Sociedade Americana de Meteorologia no dia 17.


Reduzir metano

Dietas especiais com pastagens mais jovens, a inclusão de certos óleos e a implementação de sistemas silvipastoris podem contribuir para reduzir o metano produzido pelo gado bovino, o segundo maior emissor de gases de efeito estufa, depois das atividades humanas, segundo cientistas colombianos.

Salvar abelhas

Cinco passos podem ajudar a conter o declínio das populações de abelhas e outros polinizadores vitais para manter a cadeia alimentar da qual as pessoas dependem, afirmaram as autoridades britânicas esta semana ao fazerem um apelo público. Governos de todo o mundo têm se alarmado com o forte declínio no número de abelhas, que desempenham um papel fundamental nos ecossistemas, especialmente nos cultivos que compõem grande parte da alimentação humana.


Carne bovina

O gado bovino demanda 28 vezes mais terra e 11 vezes mais irrigação que os suínos e as aves, e uma dieta com sua carne é dez vezes mais custosa para o meio ambiente, segundo um estudo publicado esta semana pela revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, a “PNAS”.

Novos mamíferos

Quatro novas espécies de mamíferos que vivem na Mata Atlântica e na Amazônia foram descobertas por uma cientista brasileira com a ajuda de sequenciamento genético.São tipos diferentes de cuícas-de-rabo-curto, marsupiais que são parentes próximos do gambá, mas que, diferente de seu “primo”, não possuem a bolsa abdominal comum em animais desta infraclasse, como o canguru, outro parente distante.

Urso polar

‘triste’ Cerca de 200 mil pessoas assinaram uma petição online para transferir um urso polar desanimado da Argentina para o Canadá. Arturo, apelidado de “o animal mais triste do mundo”, vive sozinho em uma jaula de concreto em Mendoza, onde as temperaturas podem atingir 38º C.O urso de 29 anos foi visto cabisbaixo, dando voltas na jaula e apresentava um comportamento que alguns compararam à depressão.Suas fotos circularam na internet e levaram centenas de milhares de pessoas a pedirem sua transferência para o jardim zoológico Assiniboine, em Winnipeg, no Canadá.

Extração ilegal

Uma fraude no sistema que deveria controlar o comércio de produtos florestais no Pará foi responsável pela derrubada ilegal de mais de 60 mil hectares de floresta. A área desmatada equivale à metade da cidade de Belém. O alvo da investigação é o Sistema Eletrônico de Comércio de Produtos Florestais no Pará, o Sisflora, que é preenchido por associações e empresas do setor madeireiro.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia