Acompanhe nas redes sociais:

21 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 777 / 2014

01/07/2014 - 16:04:00

Tony Cloves é acusado de tumultuar candidatura de Mário Agra no PSOL

Brigas e disputas internas no partido podem complicar candidatura de Heloísa Helena para o Senado

Carlos Victor Costa [email protected]

A situação partidária do PSOL já não vem bem há muito tempo, imposições dentro do partido e disputas pelo poder acabam o diminuindo ainda mais no cenário político.

Desta vez a disputa envolve a candidatura para o Governo do Estado. Mario Agra foi escolhido mais uma vez pelo partido para ser o representante nas eleições em outubro, mas Tony Cloves quer a renúncia dele e quer ser o escolhido para a disputa.Tony, que foi candidato ao governo em 2010 pelo PCB, procurou o EXTRA para mostrar sua indisposição com a candidatura de Mario Agra pelo PSOL.

“Coloquei meu nome à disposição e quero que o Mário tenha a mesma humildade que Randolfe Rodrigues teve ao renunciar sua candidatura à presidência da República.

Já é a terceira candidatura majoritária dele, e nunca decolou. Agra precisa pensar no crescimento do partido. Ele já tentou de tudo no Estado e nunca ganhou nada; é o ponto fraco do partido, a única coisa positiva é amizade que tem com a Heloísa Helena. Precisamos de uma candidatura sólida e que possa enfrentar os grandes de Alagoas, a elite e os setores  mais conservadores do Estado, Agra não tem esse perfil”, criticou.

Cloves também falou da crise que o PSOL vem enfrentando e frisou que o mesmo serve apenas para comitê da vereadora Heloisa Helena, que será candidata ao Senado.

“O partido vem numa crise sem fim, desde sua fundação. Atualmente o partido só serve de comitê para campanha da Heloísa Helena. Falando nela, sua relação interpessoal com Agra é que o coloca sempre como candidato ao governo do Estado.  Outro fato importante é que o PSOL não conseguiu unificar toda a esquerda em seu nome, o que o enfraquece ainda mais”. 

O EXTRA conversou também com Mário Agra, para que ele pudesse se posicionar sobre os comentários feitos por Tony Cloves. O candidato ao governo pelo PSOL disse que seu nome foi escolhido em  um Congresso Estadual do PSOL e por unanimidade. “Tony se candidatou e não obteve nenhum voto dos delegados ao Congresso Estadual. Fui apresentado por todos os membros do diretório e votado por todos eles.

Ele não obteve nenhum voto porque o pessoal não confia nele. Neste caso da desconfiança sobre o Tony refere-se a denúncias de quando ele foi candidato ainda no PCB e durante a campanha passada já no PSOL. Mas sobre isso eu prefiro que fale com o Diógenes Paes, que era o presidente do PCB na época”.


SEM PERFIL POLÍTICO

 Diante da acusação que Mario Agra levantou, o EXTRA procurou Diógenes Paes, que desferiu várias críticas a Tony Cloves. “Tony é uma pessoa  que não tem perfil nenhum de político, ele não respeita o partido. Sempre toma posições contrárias, foi isso que o levou a sair do PCB.  

Ele apenas gosta de chamar atenção. E acredito que sempre a serviço de alguém. Pois não tem moral política. Não estou mais na presidência do PCB, estou atualmente com militância no Polo Comunista Luiz Carlos Prestes, e estamos apoiando a candidatura do Agra.

Infelizmente não estou em posse de um documento comprobatório que mostra o suposto envolvimento do Tony com pessoas do setor sucroalcooleiro, onde temos informações verídicas de que a campanha dele foi financiada por esse pessoal em 2010”.

O EXTRA ouviu também o presidente do diretório  municipal do PSOL que disse estranhar a atitude de Tony em querer a saída de Mario Agra.“Estamos achando estranho  essa atitude do Cloves, pois foi uma decisão unânime do partido, e ele nem presente estava, não participa de nada, só quer aparecer na mídia, criar tumulto.

Foi uma deliberação de um congresso. Essas imposições do Tony não têm fundamento, é uma pessoa sem compromisso algum”.Citada na matéria, a vereadora Heloísa Helena foi procurada pela reportagem, mas até o fechamento desta edição ela não atendeu e nem retornou as ligações.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia