Acompanhe nas redes sociais:

22 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 773 / 2014

04/06/2014 - 10:40:00

S.O.S ALAGOAS

Cunha Pinto

Limite de gastos

José Antônio Dias Toffoli,  ministro que hoje ocupa a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quer  limitar  em R$ 200 milhões os  gastos dos partidos na  campanha das eleições de outubro. Proposta foi defendida como “medida que poderá inibir o caixa 2”. Informação foi noticiada na IstoÉ do dia 28 último.

Cabo Eleitoral

Desistentes da política acham que a campanha eleitoral hoje não atrai o voto do eleitor como ato de cidadania. A  observação é debitada nos  custos da campanha e candidatos sem aproximação com o eleitor.  Acham que hoje são os “cabos eleitorais” que de fato atuam junto à população com conversa de “pé de ouvidos.”


Horário eleitoral

Comitês eleitorais ficam  por enquanto abertos só para reuniões sobre aonde se compor  nas alianças, fechar  lista de candidatos nas proporcionais,  principalmente, e agendar data para as convenções. É, segundo dirigentes, corrida contra o tempo, pois o prazo expira em junho.

Protestos

“Qual a coligação política que ocupa o governo da cidade de São Paulo?”. A pergunta rodou conversa entre maceioenses  estranhando o exagero de bandeiras vermelhas desfraldadas nos dias da greve que infernizou a vida dos paulistanos, paralisando os transportes. “É PT contra PT?”, eis a questão.


Caixa ineficiente

Agência da Caixa Econômica Federal no acesso ao Benedito Bentes  amontoa mais problemas que eficiência na atenção aos clientes. As queixas: falta de espaço no estacionamento, filas para entrar no prédio e nos caixas eletrônicos. Reclamam que dos 12 instalados só 6 funcionam regularmente. Isso sem falar no caixa para pegar folha de cheque.


Personagem

Aécio Neves é o nome do PSDB à presidência da República. Mas a cabeça pensante do ninho tucano é Fernando Henrique Cardoso. Foi o ex-presidente quem primeiro tocou a bola para o ataque, jogando otimismo no neto de Tancredo Neves quando ele ainda relutava em topar o desafio.    

Assaltos

O crescimento de roubo de motos em Maceió, números divulgados recentemente pela Secretaria de Defesa Social, não coincide com a incidência dos assaltos a mão armada na cidade. Dados policiais levantaram que em março houve 52 queixas de roubo de motos e 78 em abril.


Novo candidato

Primeira surpresa das eleições de outubro em Alagoas: a chapa majoritária do Partido Trabalhista Cristão (PTC) propondo as candidaturas dos advogados Joatas Albuquerque para  governador e Elias Barros para o Senado. Um e outro se apresentam como boas novidades para quem defende renovação.


Coligações   

Adeílson Bezerra, presidente do PRTB no Estado, defende o partido numa coligação com  PTC, PMN, PHS e outros  de oposição ao governo. Dele: “Juntos formaremos uma frente de defesa de Alagoas, hoje um Estado que vive à mercê da própria sorte”. O grupo tem  nomes  de peso para puxar votos. 


Decisão de Dilma

Na coluna Brasil Confidencial, da IstoÉ, edição de 7 de maio, nota cita Fernando Collor como candidato à reeleição para o Senado na chapa de Renan Filho, candidato ao governo do Estado, como uma decisão tomada para atender a um pedido do Planalto.

Limonada 

Após ouvirem as lideranças dos moradores o vice-prefeito e o superintendente da SMTT se comprometeram  a tornar a vida daqueles cidadãos menos amarga. Para tanto, prometeram adotar  modificações de emergência e a implementação de estudos mais aprofundados  para melhorias duradouras.    

Para todos

Agentes  da SMTT flagraram em blitz recente 80 infrações de motoristas em porta de bar. Um vício na rotina do trânsito em Maceió que tira do pedestre o direito ao uso da calçada. Mas o abuso de dirigir embriagado é flagrante comum na cidade. A dúvida é saber se pagam a multa. 


Nova medida

É comum  o desrespeito à lei que separa fumante do não fumante nos restaurantes. Em São Paulo, para não perder clientes, casas comerciais começam a dar descontos nas despesas a quem não fumar no salão. Proposta não é merecedora de atenção por aqui?


No trânsito

O aumento de congestionamentos,  provocado pela implantação da faixa azul na Avenida Fernandes Lima, fez com que representações  dos condomínios da parte alta de Maceió  tivessem encontro na última segunda-feira com o vice-prefeito Marcelo Palmeira e o superintendente da SMTT, Tácio Melo.

Limão

“O trânsito, que naquela avenida nunca teve a doçura da lima, com a implantação da famigerada faixa  tornou-se um verdadeiro limão”. Comentário  de quem tem como rotina do dia a dia passar pela Fernandes Lima.

Limonada 

Após ouvirem as lideranças dos moradores o vice-prefeito e o superintendente da SMTT se comprometeram  a tornar a vida daqueles cidadãos menos amarga. Para tanto, prometeram adotar  modificações de emergência e a implementação de estudos mais aprofundados  para melhorias duradouras.    

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia