Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 772 / 2014

28/05/2014 - 07:25:00

Arthur Lira nega inelegibilidade e anuncia sua candidatura à reeleição

O deputado federal Arthur Lira, informou ao jornal Extra que segue firme junto às suas bases para renovar seu mandato. “Meu objetivo é ajudar a coligação a eleger de três a quatro deputados federais para fazer valer a sua luta por Alagoas em Brasília”, disse.O parlamentar reafirmou a sua luta em ajudar o desenvolvimento do Estado de Alagoas.

“Tenho consciência dos benefícios e melhorias que posso trazer para Alagoas.”A assessoria do deputado informou ainda que, em seu primeiro mandato, Arthur Lira foi eleito pela revista Veja como um dos 20 parlamentares mais atuantes do Brasil, sendo o único deputado federal de Alagoas a figurar nesta lista.

 De acordo com estas informações, Lira viabilizou mais de R$250 milhões em recursos para Alagoas. Em seu primeiro mandato, ele tornou-se líder da bancada do Partido Progressista (PP) e, nesta função, foi um interlocutor frequente de diferentes autoridades do governo, como ministros e outros assessores do Palácio do Planalto.Lira também atuou como representante de Alagoas, e foi incansável na tarefa de conseguir recursos e melhorias para o estado.

E, como líder,também lutou para que as emendas e pedidos dos deputados da bancada de Alagoas fossem atendidos. O trabalho do parlamentar por Alagoas nesses três anos pode facilmente ser traduzido por números. “No meu mandato foram destinados a 27 municípios e com implicação direta para melhorar a condição de vida da população de diversos municípios um total de R$ 270 milhões”, relatou Lira.

O parlamentar lamenta as informações equivocadas publicadas no semanário do veículo Extra e informa que não há qualquer obstáculo à sua candidatura, ou seja, não há que se falar em inelegibilidade do mesmo em decorrência desse fato.

De acordo com a assessoria jurídica, o processo que tramita na 17ª Vara Cível com base na decisão do juiz Alberto Jorge de Correia de Barros Lima. Segundo informações, o magistrado inadmitiu o recurso formulado sob o argumento da sua “perda de prazo”, e ratifica a necessidade em esclarecer que o juiz firmou sua opinião baseado em grave equívoco, pois nitidamente confundiu “data de disponibilização” da sentença com a “data de sua publicação”.

Antes tarde do que nunca o juiz Dr. Alberto Jorge retificou sua decisão sobre a impossibilidade de registro da candidatura do deputado, reconhecendo a grave falta de inobservância do prazo legal. Por análise apressada ou imprecisa, a contagem do prazo processual foi feita a partir da divulgação eletrônica e não da publicação da sentença prolatada, considerando equivocadamente intempestiva a  interposição corretamente impetrada pela defesa do deputado  ao agravar o processo. 

O parlamentar relatou ainda que amigos lamentaram que este lapso jurídico  tenha ocorrido com “estranha coincidência” no período de articulação eleitoral  e durante as negociações da formação das chapas proporcionais e majoritárias para o pleito de 2014, quando a atuação e desempenho de Arthur como articulador  é reconhecida  até por adversários no trabalho de  costurar as adesões e reunir forças em torno da candidatura do senador Benedito de Lira.

O resultado expressivo desse trabalho, não obstante todas as tentativas sórdidas de tirar o foco do deputado, materializaram-se no dia 19 com o anúncio da coligação que apoia a legítima e fortíssima candidatura do senador Benedito de Lira ao governo do Estado composta pelos partidos: PP, PSB, PR, PSD, PPS, PSL e SOLIDARIEDADE.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia