Acompanhe nas redes sociais:

12 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 769 / 2014

07/05/2014 - 17:19:00

Uma Copa sem escândalos e sem quadrilhas!

José Arnaldo Lisboa Martins [email protected]

Depois de já ter escrito centenas de artigos, em vários jornais da nossa Capital, como no Jornal de Alagoas, Gazeta de Alagoas, Tribuna de Alagoas, Correio de Maceió, no Desafio, no O Repórter Semanal, no Jornal de Hoje e neste Extra, eu tenho notado que não está havendo nenhuma melhoria para o Brasil, no que se refere ao caráter e vergonha dos que dizem ser nossos represantes.  O Brasil não está se emendando com o que tem acontecido e, olhe que eu sou otimista.  Só aqui no EXTRA, já se vão 14 anos, na esperança de que a gente crie, pelo menos, um pouco de vergonha.

Todos os nossos jornais sempre estão noticiando escândalos e mais escândalos, quadrilhas e mais quadrilhas e, olhem que elas não estão sendo formadas, pelo “povão”, mas, pela elite das classes dominantes. Antigamente, as quadrilhas eram formadas por marginais, porém, elas agora se formaram num Gabinete da Presidência da Repúblicas, em Ministérios, no Banco do Brasil, na Caixa Econômica, na Petrobrás, em Palácios do Governo, no Senado Federal, na Câmara dos Deputados, nas Prefeituras, nos Detrans, em Secretárias de Governo, em Tribunais de Contas e em todos os demais setores.

Estamos numa ilha do tipo “papuda”, rodeada por ladrões, por todos os lados. Se fôssemos prender todos os quadrilheiros oficiais, não teríamos quem fechasse as grades das penitenciárias. Já escrevi tanto sobre escândalos e quadrilhas que, às vezes me dá vontade de desistir desses meus escritos, porém, lembro-me de uma frase que diz, “ser melhor uma iniciativa fracassada, do que nenhuma tentativa”.

As nossas decepções estão traduzidas, também, numa das frases do grande jurista e estadista Rui Barbosa, quando disse que “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e ter vergonha de ser honesto.

”  Estamos às vésperas da Copa do Mundo, quando, certamente, vamos nos deparar com os mascarados que, nunca irão se conformar com o dinheiro gasto nesta Copa.

Segundo deles e a nossa própria Imprensa, deixamos de construir milhares de Hospitais, Escolas e Rodovias, num País carente de tudo, a ponto de fazer festas com os R$ 70,00 que são dados aos brasileiros como esmola e que o Governo vive dizendo que eles já passaram para uma classe mais privilegiada. Ora, esses reais, não dão, nem para os filhos que são viciados nas drogas.

Com tantos ônibus incendiados, com tantas rodovias bloqueadas pelo fogo, com tantos jovens assassinados devido as drogas, eu estou com muito medo desse Brasil que, não é alimentado por copas e sim pelos milhões de dólares, arrecadados pela “donos do Brasil”, só respeitados pela Dona FIFA.

Eu gosto muito de assistir aos jogos da Copa, porém, teria sido melhor se o Brasil estivesse com muita água para beber, nos seus reservatórios, com alimentos, com mais Hospitais, mais Escolas e muito mais jovens, sendo tratados  contra as drogas. Vamos Brasil ! Vamos, antes que os nossos jovens se acabem nas arenas, goleados pelas drogas !  

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia