Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 768 / 2014

29/04/2014 - 10:06:00

POR DENTRO DO ESPORTE

joão de deus [email protected]

Opção para o bolso

No Rio a opção de aluguel de quartos em moradias nas favelas,  no período da Copa do Mundo,  começa a dar sinais de que vai dar bom resultado. A ideia pegou por ser mais acessível ao bolso que as diárias dos hotéis. E mais: dará aos visitantes, no paralelo aos jogos, oportunidade para conhecerem o outro lado da cidade, além dos bairros chiques da região Sul. 

Preconceito

“É injustificável torcidas organizadas agredirem jogadores com atos racistas.” A observação é de Carlos Manoel, servidor público, incomodado com o “hábito selvagem” como uma minoria se comporta nas arquibancadas.  “São insultos que afastam as famílias do futebol e uma pena a imprensa dar espaço a  esse comportamento como notícia.” 


Estímulo?

Da violência nos estádios, estímulo ao barbarismo tem a ver com  ingressos  distribuídos pelos clubes para torcidas organizadas e, coincidência, as provocações e pancadarias ocorrerem nas áreas reservadas para elas. E como não bastasse, agora são agressões racistas. Depois diretores de clubes re-clamam de estádios vazios. Podem? 


Campanha

A CBF propõe para a Copa do Mundo uma campanha educativa também contra o racismo. É saudável desde que havendo a insistência para ser aplicada a lei com todos os seus rigores. A observação é de torcedores de Alagoas de ingressos comprados.

Faz parte da Copa

Em Campinas (SP) uma lanchonete, provavelmente de português, lançou um sanduíche para homenagear Cristiano Ronaldo, do Real Madrid e da seleção lusa, consagrado este ano como o melhor do mundo. A proposta teve a ver com a cidade ser a sede da concentração lusa na fase inicial dos jogos. 


Sem título

Pois é! Não é que o Barcelona está em linha de risco para não ganhar título nesta temporada? Foi eliminado na Champions League, perdeu a Taça do Rei para o Real Madrid e não vai como o esperado na Liga BBVA. Do técnico Gerardo Martini: “o time poderia e deveria estar a fazer o melhor.”


Correria

CRB x São Paulo, primeiro confronto da segunda fase da Copa do Brasil, realizado na quarta-feira no Rei Pelé, teve placar de 2x1 para o Galo. Mas o segundo jogo, em São Paulo, só terá data decidida até 14 de maio. O clássico no Trapichão foi  bem jogado, em especial o CRB. A CBF joga com a previsão dos jogos  do Brasileiro, das decisões estaduais e a Copa do Mundo. 

Cartão amarelo

“Árbitro de futebol não tem que exagerar no uso do cartão amarelo (advertência). O jogador é quem deve saber se comportar no campo como profissional. O amarelo até pode ser educativo, mas pela insistência da aplicação não funciona.” Esse comentário de Arnaldo César Coelho (Globo) foi no Flamengo x Vasco pelo título do campeonato carioca.    


Recordações

No CSA, torcedores compararam a atual admi-nistração azulina com a época de Jorge VI na presidência.  Mas da lembrança de duras críticas a Jorge relembraram o Azulão  vice- campeão do estadual e o clube alagoano de melhor participação na Copa do Nordeste, alcançados há pouco tempo.


Mais figa no futuro

Ainda de dentro da galera azulina o entendimento pelas conversas é de voto de confiança numa volta por cima em 2014. Observa, a maioria, que o clube vive uma crise financeira, mas não é caso isolado. “Que os erros de hoje sirvam de lição para acertos no  futuro, isso já a em 2015”. Analisam o desastre do momento como lição a ser aprendida.  

Proposta azulina

“Temos que cuidar do CSA até novembro e só a partir de dezembro voltar atenção à formação do time para 2015.” O comentário foi de Lumário Rodrigues, conselheiro que no momento ocupa a presidência do CSA. Foi citada nos sites e tem a ver, entre os muitos problemas para resolver, pendências trabalhistas.  


É o cara!

Como “contra fatos não existem argumentos,” Lumário Rodrigues  se posiciona na presidência do CSA com a franqueza de quem conhece a dor de cabeça que terá pela frente. Palavras dele:  “É uma situação nova no Mutange. Deve, por isso, haver um  planejamento que comece do nada.” 


Estadual 

Coruripe recebe em casa, neste fim de semana o CRB para o primeiro jogo da decisão do Campeonato Alagoano e a torcida é só otimismo. O Hulk, no paralelo a esta final,  vai estar em jogos nacionais na temporada de2015. Já na Pajuçara o ambiente é  de otimismo. O Galo transpondo esta reta final, uma melhor de três pontos  comemora o tri-campeonato.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia