Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 767 / 2014

23/04/2014 - 09:09:00

PEDRO OLIVEIRA

A bênção do papa

(ROMA) Foi um dia realmente surpreendente ocorrido aqui em Roma. Meu ultimo dia na cidade foi reservado para uma visita ao Vaticano. Logo cedo nos acordamos e deparamos com um problema - era “Domingo de Ramos” a gente nem sabia ( eu o jornalista José Osmando e nossas esposas) - certamente o local estaria completamente tomado por visitantes de todas as partes do mundo mas como “ vir a Roma e não ver o Papa?” , mesmo naquela minúscula janela onde ele se posta todos os domingos. Ao tomarmos o metrô já deu para constatar nossa previsão,pois nem conseguimos entrar na primeira tentativa e numa segunda seguimos parecendo “ sardinhas enlatadas”.

Ao chegarmos em nosso destino a constatação : uma multidão incalculável ali estava na praça de São Pedro, assistindo a cerimonia de “Ramos” e aguardando para ver o Papa. Pensamos em desistir, mas já que estávamos lá fazer o que? De repente percebemos um longo corredor feito com estrutura de ferro por quase toda a extensão da praça passando pela multidão.

Nos aproximamos das grades e indagamos da segurança para que seria : “ É que o Santo Padre poderá percorrer para cumprimentar as pessoas”. De imediato isolaram a estrutura a partir do local que estávamos encurtando bastante o percurso e nos deixando - segundo eles - “ em um local de visão privilegiada onde o papa Francisco passaria bem pertinho”. Não acreditamos muito, mas ali ficamos na maior expectativa por mais de uma hora. Passado longo tempo os telões começam a mostrar aquela imagem de branco sendo saudado pela multidão e tomando lugar no “papamóvel” .

Era o Papa Francisco! E la vinha ele em direção ao local que a gente estava. Alguns minutos após estava ali ao vivo, a apenas três metros de distancia a figura emblemática e carismática diante de nós. Ao passar por mim deu um sorriso levantei o terço que trazia em minha mão ( havia acabado de comprar como lembrança da visita) e ele o abençoou “com exclusividade”, bem pertinho colocou uma criança no braço e a beijou carinhosamente, sorriu de novo para nosso grupo e voltou a abençoar a todos.

Foi um momento de muita emoção que nos deixou a todos meio que se sentindo urgidos por Deus, na pessoa do Santo Padre. E assim foi o nosso “Domingo de Ramos” , o mais marcante de todas as nossas vidas. Na ocasião minha mulher, mesmo com todo natural nervoso, conseguiu fazer uma foto do momento em que ele sorrindo se dirigia a mim a qual tentarei publicar aqui. Sai do Vaticano me sentindo “ especial” com uma benção só para mim e jamais esquecerei este momento.

Italia tem deputada brasileira

(ROMA) Aqui na Italia descobri um fato interessante. Temos uma representante brasileira no parlamento italiano. Aos 33 anos, Renata Bueno, natural de Brasília mas radicada em Curitiba, foi a primeira brasileira nata a ser eleita para o Parlamento da Itália. A deputada, que também tem cidadania italiana, recebeu 20 mil votos nominais dos italianos que vivem na América do Sul - mais de 1 milhão e 460 mil, de acordo com o Istat, equivalente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Itália. A maior parte do votos, claro, veio dos italianos que vivem no Brasil, aproximadamente 252 mil.A deputada ocupa a cadeira 647, que está posicionada ao centro do Parlamento, de onde pode acompanhar com maior precisão os votos e os debates, uma vez que sofre de uma patologia genética grave nas retinas que compromete a visão de longe e com pouca luz. Na Câmara dos Deputados, Renata faz parte de duas comissões: Comissão Parlamentar para a Infância e a Adolescência e Terceira Comissão de Relações Internacionais e Comunitárias. Os italianos que vivem nos exterior puderam exercer o direito de votar fora da Itália, por meio da lei “Tremaglia”, promulgada em 2001, que entrou em vigor nas eleições de 2006. A lei prevê que no exterior sejam eleitos 12 deputados e 6 senadores. Para Renata, o maior desafio de seu mandato é unificar propostas que atendam interesses comuns aos países da América do Sul, Brasil e Itália. 


Controle do acesso

O texto, que altera o Estatuto da Cidade (Lei 10.257/01), cria regras para implantação de condomínios urbanísticos e da regularização de loteamentos urbanos de acesso controlado.A proposta faculta às prefeituras, mediante concessão, permitir o controle do acesso e transferir a gestão sobre as áreas e equipamentos públicos para os titulares das unidades que compõem o loteamento.


Aperto aos bêbados 

Tramita também na Câmara o Projeto de Lei da deputada Keiko Ota (PSB-SP), que aumenta as penas para quem dirigir embriagado ou sob efeito de drogas.A proposta aumenta a pena mínima de detenção, estabelecida no Código de Trânsito Brasileiro (CTB - Lei 9.503/97), de seis meses para um ano para quem conduzir veículos nessas condições. A pena máxima foi mantida em três anos.Pelo texto, todo motorista com suspeita de embriaguez deverá ser submetido a exame clínico ou perícia médica. A proposta retira a concentração mínima de 0,6 grama por litro de sangue para o condutor ser considerado bêbado. O agente de trânsito também poderá constatar a embriaguez por outras provas, não detalhadas no projeto.Hoje a lei estabelece que, além do bafômetro (teste de alcoolemia), o motorista pode seja analisado por exame clínico, perícia, vídeo ou testemunha. De acordo com Keiko Ota, apesar de a sociedade não tolerar mais pessoas dirigindo embriagadas, o Estado insiste em dizer que o motorista pode dirigir se bebeu “só um pouquinho”. “A solução para isso é uma legislação que estabeleça tolerância zero e puna definitivamente quem bebe e dirige, criminalizando a conduta”, afirmou.

Renan quer apuração ampla

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu a criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) ampla, para investigar os contratos dos metrôs de São Paulo e do Distrito Federal, supostas irregularidades no Porto de Suape (PE) e suspeitas de fraudes em convênios com recursos da União, além das denúncias de irregularidades na Petrobras.A manifestação de Renan foi enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) a pedido da ministra Rosa Weber, que deu prazo de 48 horas para o presidente se manifestar sobre os mandados de segurança impetrados pela oposição e por parlamentares governistas sobre a criação da CPI da Petrobras. Após receber as informações, a ministra vai decidir os pedidos de liminares.“A reunião de fatos similares para criação de uma única CPI parece ser mais razoável, pois conjuga a vontade da minoria de investigar o que entende pertinente com os mandamentos do princípio constitucional da eficiência aplicado do processo legislativo”, diz o parecer, elaborado pela Advocacia do Senado.


As maravilhas de Praga

(PRAGA) Cheguei nesta quarta-feira na República Tcheca , mais precisamente em sua capital, Praga que fica situada no centro da Europa - uns 600 km do mar Báltico, 700 km do mar de Norte e 700 km do mar Adriático.Praga fica em pouca distancia de outras metrópoles europeias. De Viena separam-na 300 km, do Berlim 350 km, de Budapeste 550 km, de Varsóvia 630 km. Praga é a cidade encantada de pontes, catedrais, torres douradas e cúpulas de igrejas, mas também uma moderna metrópole européia, que se reflete há mais de dez séculos na superfície das águas do rio Vltava. Praga é também uma cidade em constante mutação. Com a abertura de novos museus, eventos esportivos de renome mundial, manifestações urbanas festivas e populares.Mas Praga não é somente uma cidade histórica. As margens do Rio Vltava e os seus bairros, verdadeiras cidades dentro da cidade, cada uma com seu ambiente singular, são convites para caminhadas de descoberta, para esmiuçar cada detalhe, cada passagem, cada rua. Tanto durante o dia como à noite, vale mesmo a pena se entregar ao ambiente tão característico de cada um destes lugares, para verdadeiramente sentir a alma da cidade, e se deixar levar por sua energia e vitalidade.A Ponte de Carlos comunica a Cidade Velha, onde está nosso hotel, com o bairro Malá Strana, uma formosa zona que se estende aos pés do Castelo de Praga. O bairro foi praticamente destruído em 1541, e teve que ser reconstruído quase por completo. Encontram-se muitos palácios nos seus arredores, sedes diplomáticas na sua maioria, e os sítios mais visitados são a Igreja de São Nicolau, de estilo barroco, e a Igreja de Nossa Senhora da Vitória, onde se encontra o famoso Menino Jesus de Praga.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia