Acompanhe nas redes sociais:

19 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 767 / 2014

23/04/2014 - 08:05:00

Bagunçaram nosso Código de Trânsito

José Arnaldo Lisboa Martins [email protected]

Parece que nós não temos ninguém, para fazer com que as nossas Leis sejam cumpridas e respeitadas. A Justiça Brasileira, está mesmo com a venda nos olhos, mas,  tudo indica que é para não ver o que vem acontecendo o Brasil e, principalmente, em Brasília.

O nosso Poder Executivo faz o que bem quer e tudo fica assim mesmo. Os nossos Tribunais, estão “deixando pra lá”, muitas coisas que estão acontecendo de errado. Há anos passados, o “Dr. Lula” incentivado por alguns dos seus assessores, resolveu criar uma Comissão composta de Técnicos, Juristas e outros “cobrões”, para modificar e melhorar o nosso velho Código de Trânsito, já que o Brasil estava merecendo entrar para o tempo das carretas, dos ônibus, e dos automóveis velozes e de luxo. Depois de cansativas reuniões e de demoradas discussões, no ano de 2008, saiu um Novo Código de Trânsito Brasileiro.

Não faltaram foguetes para as comemorações alusivas, porém, disseram logo que era o “Código Mais Moderno do Mundo” e que o Brasil estava fazendo inveja aos demais Países. A festa varou as madrugadas e o “whisky” deu na canela, nas mansões de Brasília.

Poucas pessoas entenderam porque o nosso Presidente, depois de cansativos trabalhos da Comissão, resolveu vetar 68 Artigos, deixando a Comissão dos “sábios”, decepcionada com os vetos à assuntos importantes, para o Trânsito Brasileiro. 

Eu ainda estava no DER/AL, como Diretor da Divisão de Trânsito, quando vi nascer o Novo Código. É uma pena que nosso Trânsito seja tão desrespeitado, já que as rodovias estão repletas de assassinos, que sujam de sangue as nossas rodovias. No início desta semana, toda Maceió foi tomada de surpresa, com o bloqueio de todas os acessos à Capital, com a paralisação de todas as atividades, educacionais, comerciais, industriais e governamentais.

Tudo aconteceu, por causa de um desrespeito ao Decreto que instituiu o Código de Transito Brasileiro. Diz o Capítulo II, Artigo 7°- Compõem o Sistema Nacional......................;II - os Conselhos Estaduais de Trânsito - CETRAN .... CONTRANDIFE, ......; III - os órgãos e entidades executivos de trânsito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;IV - os órgãos e entidades executivos rodoviários da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;V - a Polícia Rodoviária Federal;Na minha época, era o DER/AL que Concedia e Fiscalizava as Linhas Intermunicipais, porém, inventaram uma tal de ARSAL, e tiraram do DER/AL a Jurisdição das Linhas Rodoviárias. Não há Lei que proíba um carro de aluguel, transportar pessoas à titulo de fretamento. Com uma política séria, isto não aconteceria !


Em tempo - Dr. Denis Ribeiro, sempre está  lendo meus artigos no EXTRA, o que me deixa muito satisfeito, pelo incentivo que me dá. Obrigado, Doutor! 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia