Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 765 / 2014

09/04/2014 - 09:48:00

S.O.S. Alagoas

Cunha Pinto

Eleições majoritárias 

Benedito de Lira (PP) começa a pagar o preço pelo lançamento da candidatura ao  governo de Alagoas como em período prematuro, daí  já não carrega comentários favoráveis na proporção da época do início da epoca da decisão. O eleitor entende que cada passo na política também tem a sua hora. Comentário que tem a ver com o risco do desgaste.

Na expectativa

Benedito de Lira (PP) e Renan Filho (PMDB)  não motivam mais comentário no eleitorado. Estão com decisões tomadas como candidatos ao Governo. Conversa prioriza o silêncio de Teotonio Vilela com pauta o caminho do PSDB no Estado. Apoiará quem ou lança candidato próprio?    
De conversas

Deputados (alguns) jogam nos 90 % o PSDB em Alagoas compondo com os mesmos partidos que apoiaram Teotônio Vilela nos dois mandatos como governador.  Os 10% ficam como margem de risco no sentido frustração.  O vice Thomas Nonô  (DEM) é nome confiável, mas no ninho tucano o silêncio sobr o destino dele também é geral.    


 E o PT de Lula?

Curiosidade  pelo clima de pré-eleições:  como o PT vai se comportar  em Alagoas?  Da dúvida consta como curiosidade se o diretório estadual tem pretensão de lançar nomes ao governo  ou aguarda o tempo correr para só nos últimos minutos decidir seu tomar na majoritária  e Senado?  


Prestar atenção

De Brasília aparece sinalização para a necessidade de ser avaliado o crescimento da frota de veículos nas ruas Brasil afora. E das sugestões  não fogem das especulações a dor no bolso com aumento dos impostos e dos combustíveis.  Mas é proposta com pauta só para 2015. Ou seja após as eleições.

   
Mais essa:

Ambulantes da Praça dos Palmares, usam de modo abusado água de cano furado na calçada do prédio  da ex-superintendência do  INSS há anos fechado. A dúvida é se a Casal tem ciênci da irregularidade       

Crimes Políticos

O livro-reportagem, edição digital, Crimes Políticos –  Pistolagem em Arapiraca, do jornalista Manoel Ferreira Lira,  já se encontra no site da Amazon.com.br. Com prefácio do procurador de justiça Lean Antônio Ferreira de Araújo e capa de Anne Mary Miller Lopes.Percorre a vida de Arapiraca e seus políticos, de 1956 a 1998, do vereador Benicio Alves de Oliveira à deputada federal Ceci Cunha, passando pelo assassinato do deputado estadual Marques da Silva. A edição impressa,  encontra-se no prelo.


Sem surpresa

Não surpreederá o ex-vereador Galba Novaes  sair candidato em outubro,  provavelmente a uma cadeira na Assembléia Legislativa. Galba é político forte em Maceió e tem prestação de serviços em Bebedouro, Tabuleiro do Martins e no apoio aos  taxistas.    


Observação

É ou não proibido veículo estacionar  nos dois  lados da Rua Teófilo Otoni, trecho da orla da Pajuçara a Firmino Vasconcelos, na Ponta da Terra?  Motoristas acham a rua estreita para ter movimento em mão dupla e estai9onamento duplo. Um soldado da Guarda Nacional observou a a irregularidade mas perguntou: cadê placas indicativas para não estacionar?    

Área da saúde

O Posto de Saúde da Praça da Maravilha, no Poço, com anos fechado para reforma a perder de vista, vai ser reativado quando para oferecer assistência ao povo? Pergunta é para o governador  Teotônio Vilela, feita por moradores  do bairro e leva em conta o mandato dele  expirar no mês de dezembro. 

Ponto de Vista

Do compositor  Marcelo Yuka,  em o Estado de São Paulo e publicado pela Revista Veja na edição desta semana: “Essa coisa de arma de fogo é medieval. Assegurar o direito à arma é a maior prova do uso do medo como ação política.”


Reposição

Na Câmara Municipal de Maceió a mesa diretora e funcionários fecharam acordo. A reposição salarial relativa aos últimos três anos sem aumento foi fixada em 10% com 2014 incluso. Vigora já a partir deste mês com efeito retroativo a janeiro. 


Expectativa

O maceioenses solta curiosidade estranhando a frieza na arrumação para as eleições de outubro. Análise comparativa do momento anual com o de épocas anteriores.  

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia