Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 765 / 2014

09/04/2014 - 09:05:00

Sururu

Da Redação

República das Alagoas

Dois ex-secretários de Téo Vilela - que ainda não desencarnaram do poder - pretendem suceder o chefe tucano. Um é candidato dele mesmo e o outro – arrogante – quer ser aclamado governador.  

Ajuda aos canavieiros 

O Ministério da Agricultura vai liberar R$ 50 milhões para os canavieiros nordestinos atingidos pela última seca. Cada contemplado receberá R$ 12 por tonelada de cana fornecida na safra 2011-2012, limitado a 10 mil toneladas e o pagamento deve começar ainda este mês, via Conab.

 
Majoritária
A proporção que baixa a contagem regressiva para as eleições de outubro, mais imprevivisel  vai se tornando o caminho para arriscar palpite sobre favorito. Isso principalmente nas majoritárias . Tanto a nível nacional como na estadual (Alagoas).


Anti-corrupção

A lei até pode estar em vigor, mas para eleitores, aplicação deverá passar ao largo nos Poderes Constituídos Brasil afora. Principalmente  nos executive e legislativos. Isso a começar por Brasília.


Torneira fechada

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), com proposta para dificultar doações de campanha por empresas, é tiro no calcanhar de políticos habituados a gastanças para manter mandatos  e, naturalmente, também empresários preocupados em montar “lavenderia”. 


Área de atrito?

O PSB começa a dar mostras de haver em suas fileiras insatisfeitos tanto com o PSDB como também o PT. O foco da rebeldia, contudo, é focado por enquanto somente em São Paulo. Mas em  Alagoas a presidenta Kátia Born, que ocupa o cargo desde a fundação, segue firme na fidelidade a Eduardo Campos.  

Oportunismo

Agentes da Polícia Federal fortalecem o clima de tensão pela proximidade da Copa do Mundo jogando oportunismo para reivindicar dentre outras coisas, reajuste de salários. Em Maceió, começo da semana armaram uma tenda na porta do prédio-sede  e cruzaram os braços, acompanhando a mobilização estendida Brasil afora.


Divisão

O shopping Iguatemi começa a sentir a concorrência do Parque Shopping no bairro vizinho de Jacarecica. O comentário foi sustentado na que a visivel do movimento diário, inclusive os fins de semana.

Todo cuidado é...

Cícero Almeida mergulhou no silêncio para planejar o próximo passo na política. Ele deve, segundo experimentados homens pública, buscar o que for melhor para ele e no momento tem quem analise como boa proposta tentar mandato para a Assembleia Legislativa.  

Aumenta o cordão

È crescente o número de políticos que se entusiasmam para trocar o pijama pelo terno de um mandato político  ativa na política, com candidaturas pré-lançadas para este ano. Da maioria a opção é pela Assembleia Legislativa. Entre os que vão para a reeleição comentário é que “todo cuidado é pouco.”


Pesquisas

Por enquanto – e nos bastidores – a iniciativa nesta fase de pré-campanha é com pesquisas  para  avaliação das aceitação da candidatura em  áreas que tenha atuação. É uma iniciativa compartilhada com parceiros de  eleições anteriores.  É termômetro que mede as chances de ganhar mandato.


Definição

O PSDB, Brasil afora e por extensão Alagoas, deve abrir conversa para fazer alianças depois que o diretório nacional compor a coligação com os partidos para sustentar a campanha presidencial.  Até enquanto isso não ocorrer tucanos no estado vão exercitar a paciência. 


Joaquim Barbosa 

A frase do presidente do Supremo Tribunal Federal não é lá tão recente, mas ainda tem validade para os dias de hoje. “ Não faz parte dos meus hábitos nem do meu método de trabalho ficar de conversinha com réus. Pessoas condenadas  corrupção  ficar no ostracismo. Faz parte da penitência.

Eleição? Tô nem aí!

A seis meses das eleições de 2014, a população alagoana ainda não parou para pensar em quem votará para os cargos de governador e senador da República. É o que demonstra a primeira pesquisa registrada pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do estado, realizada pelo Ibope.A pesquisa aponta que 87% da população de Alagoas não sabe em quem votará para governador do estado este ano. No caso da eleição para senador, este número sobe para 89%. Os números são expressivos em todas as faixas etárias e níveis de escolaridade.“Alagoas ainda não tem candidatos para as eleições de outubro. A população está hoje preocupada com os seus problemas, não com o cenário eleitoral”, avalia o presidente do PSDB Maceió, Marco Fireman.

Muita conversa

Até as convenções , nvoso candidatos ao Governo vão aparecer além de Benedito de Lira (PP) e Renan Filho (PMDB). A dúvida é se dentre eles haverá quem tenha liderança popular capaz de transmitir confiança para o eleitor votar.  

 
E tem mais...

O silêncio tucano gera suspense no próprio PSDB.  O partido tem pré-candidatos aos montes mais Téo Vilela não sai uma palavra. Álias, o silêncio é extensivo no ninho tucano. Quem sabe alguma coisa faz como os três macacos: “Não falo, não ouço e...” 


Ausência

Em Brasília, partidos que nos últimos três anos só usufruíram  à vontade das benesses do Planalto apresentam hoje conduta envolvida em negociatas. São atos que motivam desprezo no eleitorado que vota com cidadania.  Na capital federal o Congresso tem péssima reputação.


Na calmaria

Incomoda aos políticos o silêncio dos partidos se arrumando para a campanha. A tensão tem a ver com incertezas na arrumação das coligações. Outros acham prudente esperar pelo que vem de Brasília. fica  a maioria dos caciques políticos. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia