Acompanhe nas redes sociais:

13 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 764 / 2014

01/04/2014 - 18:14:00

Meio Ambiente

Projeto Conhecer para Proteger

O Instituto do Meio Ambiente (IMA) deu continuidade, na semana passada, ao Projeto Conhecer Para Proteger, quando as equipes das Diretorias de Unidades de Conservação e de Desenvolvimento e Pesquisa sensibilizaram moradores de áreas protegidas sobre a necessidade de manter preservado o meio ambiente. A primeira parte das atividades foi realizada nos dias 25 e 26, na Reserva Ecológica (Resec) dos Manguezais da Lagoa do Roteiro. Nessa fase houve a realização de uma gincana ambiental com estudantes da rede pública de ensino. Na terça-feira (25), os jogos educativos e as provas que estimulam a reutilização de diversos itens, foram realizados no município de Roteiro. Na quarta-feira foi no município da Barra de São Miguel, mas para atender estudantes do povoado da Palatéia.

Árvore de 83

Famoso por suas árvores de 80 metros de altura, o Sequoia National Park, nos EUA, atrai mais de 1 milhão e meio de visitantes por ano.O parque fica localizado na cadeia montanhosa de Sierra Nevada, na Califórnia. Sua principal atração é a General Sherman, a sequoia mais alta do mundo. A árvore tem 83 metros de altura e tronco com 33 m de circunferência na base. A 36 metros de altura, o tronco ainda mede 5 m de diâmetro.

Sertão alagoano

Centenas de pessoas subiram a serra do Craunã, na zona rural do município de Água Branca, no sertão alagoano do São Francisco, no sábado, dia 22, quando foi comemorado o Dia Mundial da Água. A atividade fez parte da programação do Instituto do Meio Ambiente (IMA) para sensibilizar e mobilizar moradores daquela região sobre a importância da preservação ambiental para a conservação da água.’Museu aquático’ O artista Jason deCaires Taylor criou um enorme museu subaquático usando 450 esculturas em tamanho real, que foram colocadas no fundo do oceano em águas próximas a balneários mexicanos.As esculturas foram feitas com um cimento especial que permite o crescimento de recifes de corais ao seu redor. Ao longo do tempo, as obras de arte atraíram corais, algas e peixes, evoluindo para virar um recife vivo.Ocupando uma área de 420 metros quadrados, as esculturas têm um peso total de 200 toneladas.


Ativistas protestam

Ativistas de direitos dos animais fizeram na terça-feira (25) uma vigília solene em frente ao Portão de Brandenburgo, um dos pontos turísticos mais famosos de Berlim, na Alemanha. Cada um dos cerca de 100 ativistas levou um animal morto em laboratórios experimentais e fazendas pecuaristas para protestar contra a criação instensiva de galinhas, cabritos, leitões e outros bichos para experiências e para a indústria alimentícia.


Nordeste do Brasil

O Nordeste do Brasil viveu em 2013 a pior seca dos últimos 50 anos, segundo o relatório “Declaração sobre o Estado do Clima), divulgado na segunda-feira (24) pela Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês). O relatório traz detalhes sobre chuvas, inundações, secas, ciclones tropicais, as camadas polares e o nível do mar em cada região do planeta. Segundo o documento, a Austrália teve o ano mais quente de sua história, e a Argentina o segundo mais quente.


Demanda dos emergentes

O crescimento econômico e demográfico, principalmente nos países emergentes, provocará nas próximas décadas um forte incremento na demanda de água e energia, com risco de esgotamento dos recursos do planeta, advertiu a ONU na sexta-feira (21).O consumo de água e de energia estão estreitamente ligados, destaca a UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura) em um relatório sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos no Mundo, publicado na véspera do Dia Mundial da Água.


Estação Espacial 

Um novo instrumento da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) está possibilitando que os cientistas observem melhor os raios a partir do espaço.Chamado “Firestation”, o equipamento tem observado cerca de 50 raios por dia. O aparelho tem fotômetros para medir os clarões dos relâmpagos e antenas de rádio para analisar a eletricidade estática, além de um detector de raios gama.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia