Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 762 / 2014

19/03/2014 - 09:38:00

S.O.S. Alagoas

Cunha Pinto

Pauta de campanha?

A violência nas ruas deverá ser tema de adversidade aos governos (federal e estadual) por parte de candidatos na campanha. É pauta válida, mas isso diante do alheamento dos políticos no todo para a revisão do Código Penal pelo Congresso. Um projeto estranhamente arquivado, por isso,  merecedor de uma avaliação do eleitor que vota e não se sente seguro nas ruas.    

Carnaval legal!

“Passageiros de Maceió que desembarcam no Recife sejam bem-vindos para o carnaval.” Essa chamada promocional da Prefeitura da vizinha capital, arrastou foliões maceioenses. Salvador, do mesmo modo, teve a ver também com o esvaziamento de foliões por essas bandas.     

Pode acreditar!

“No trânsito acidente não é fatalidade. É imprudência.” A frase soou forte na campanha do governo federal para o carnaval, mas é de validade para qualquer época como reforço para lembrar a quem dirige que álcool e direção não devem caminhar juntos.  

Articulações

O PPS, com sede do diretório estadual na Avenida Comendador Leão, no Poço, fica em frente ao prédio do Moinho Nordeste, esquina de um cruzamento dos mais movimentados. Lá, por enquanto, o movimento pró arrumação da campanha ainda não chama atenção dos passantes.

É  do jogo

Março entrando na segunda quinzena e os partidos não avançam sinalização de movimento pró  coligações. Quem conversa com lideranças políticas também não sente pressa na formação de chapas. No Tribunal Regional Eleitoral, do mesmo modo, o expediente não sai fora da rotina.  

Sem segredo

Partidos de menor força eleitoral vão se atrelar ao PT ou PSDB.  Os de esquerda tradicional devem insistir na espera dos chamados carros-chefes da campanha. Já no PSB deve aparecer os mais conscientes na doutrina socialista, aquela que levantou o grito de “povo unido jamais será vencido.”   

Impostos

O contribuinte começa a ter como preocupação extra no controle do orçamento. É esta a época da temporada para alimentar o leão da Receita Federal.  Uma prestação de contas como o governo que qualquer deslize na maquina de calcular fatalmente vai produzir multas...pesadas..

Bico fechado

O governador Teotônio Vilela não fala sobre a campanha tucana. Mas quem transita nos Martírios “pitaco” é que a decisão fica pendente das conversas em Brasília, puxadas por Fernando Henrique Cardoso. Já o eleitor não tem mais dúvida:  o senador Aécio Neves é o candidato tucano a presidente.

Desculpa

Não tem base Teotônio Vilela apoiar Benedito de Lira (PP) ao Governo de Alagoas. A proposta tucana, orientada de Brasília, é, para o partido lançar tucano puro sangue à sucessão no Estado e até consta haver lista de nomes mostrando disposição para “enfrentar o desafio.”    

PMDB rachado?

Ainda de Brasília conversas, mas do PT com o PMDB, não vão bem. Dilma até já se irrita diante da pressão de peemedebistas para ceder às exigências e a imprensa detecta haver blocos rejeitando aliança com o Planalto. Opção é estar no ninho tucano, mas tem  grupo que prefere o PSB.  

Da curiosidade

Eduardo Campos e Marina Silva ameaçam tirar mais votos da petista Dilma que do tucano Aécio Neves? A interrogação leva em conta a dupla socialista “puro sangue” unir o Nordeste e o Norte, regiões mais esquecidas de apoio na área federal.  

Passo da tartaruga

Câmara e o Senado, a partir de junho,coincidindo com a época da campanha,  passam agendar sessões  plenárias para só  um dia por semana. Os salários recebidos deverão se manter nos R$ 26 mil e mais alguns cruzeiros, que são pagos em época de carga horária normal de trabalho.. 

Questão de água

 É hábito o brasileiro não se prevenir até o problema aparecer. O comentário tem a ver com o desleixo do cidadão deixando torneiras e chuveiros abertos sem necessidade. Em regiões do centro-sul  açudes já expõem quadro preocupante a um problema habitual no Nordeste.: a seca.

 Radicalismo

“O Brasil não precisa de leis de exceção. O Código Penal vigente já prevê punições para quem se reúne para cometer crimes, depredar bancos, lojas e o patrimônio público.” Observação de  Marcelo Semer,  Juiz de Direito e ex-presidente da Associação de Juízes para a Democracia, foi divulgada na Istoé, edição 2308. Titulo: “O risco do radicalismo.” 


Economia

1 –“O gás natural veicular é o primeiro combustível a ser lembrado quando o assunto é economia. Porém, os atributos desse energético vão muito além do bolso e chegam até ao próprio consumidor, principalmente quando a questão é segurança.”

2 - Para que o usuário garanta a eficácia dos benefícios que o GNV oferece, é fundamental que a conversão do veículo seja feita em oficinas credenciadas pelo INMETRO. Como forma de orientar e ajudar o consumidor, a ALGÁS disponibiliza em seu site a relação das oficinas credenciadas (com assessoria de imprensa).

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia