Acompanhe nas redes sociais:

16 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 759 / 2014

18/02/2014 - 18:20:00

S.O.S. Alagoas

Cunha Pinto

Eleitor curioso

Conversa entre eleitores puxou curiosidade sobre como ficarão as coligações partidárias para as eleições de outubro e cujos acertos já estão na mesa das negociações. Um tema com concordância “comum,” isso na observação de eleitores, tem a ver com o alheamento da maioria no quesito compromissos de campanha após as eleições. 

Reposição

Os vereadores se mostram conscientes da defasagem salarial dos servidores da Câmara Municipal de Maceió. Segundo o sindicato da categoria, a última reposição da inflação aconteceu em 2012 e por isso a categoria reivindica as perdas do período. A prefeitura já pagou os seus funcionários salários de janeiro com 7% de aumento.   


Expectativa

É insistente falatório em Arapiraca que Luciano Barbosa não ficará nas eleições de outubro na condição de “mero eleitor.” Opi-niões são que ele, fortalecido pela liderança em Arapiraca, no ano passado fez andanças nos municípios do Agreste e vizinhanças para se reunir com vereadores.  


Mais outra

Renan Filho,  candidato ao governo de Alagoas, deixa de “molho” a expectativa para Luciano Barbosa sair vice da  sua chapa? Curiosidade é também de arapiraquenses habituados a acompanhar o dia a dia da política no município. Eles dizem que na cidade se conta nos dedos quem pensa o contrário. 


Bastidores

Na bancada de Alagoas, na Câmara Fe-deral, arrumação do palanque às majoritárias é questão que não entra ainda na agenda das prioridades para o momento. A movimentação tem mais a ver  com conversas sobre candidaturas para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa.


E Carimbão?

O deputado federal Givaldo Carimbão, que no ano passado lançou insinuações propondo sair  candidato a sucessão de Teotônio Vilela, recuou?  A lembrança foi repassada recente em roda de aposentados da vida pública, mas de mente fértil para armazenar conversas. Especialmente sobre política.  

Algo a ver?

O prefeito Rui Palmeira asfalta  ruas em Maceió que motoristas estranham fase várias ainda estarem com asfalto antigo mas em boas condições para suportar o movimento de veículos.  Já entre oposicionistas versão é que as obras têm dedo de Teotônio Vilela e a ver com as eleições de outubro. Mas o eleitor não dúvida: a cidade começa a mostrar que está sendo bem cuidada.       

Ainda é cedo

Vereadores na Câmara de Maceió não soltam conversa sobre quem dentre eles  tem interesse por uma candidatura na Assembleia em outubro. Mas, do mesmo modo, não apregoam que “desta água não beberei.” É  interessante o eleitor deixar o tempo correr para só então tirar dúvida. 

Economia

O verde dos canaviais se mantém insistente nas margens das rodovias em Alagoas. Difícil no visual é entender o débito de algumas usinas com passado economicamente forte enfrentando hoje dificuldade para cumprir compromissos com os fornecedores e trabalhadores. Opinião é de moradores das próprias regiões canavieiras.

Desabafo

O cidadão que comenta problemas que entravam avanços nas áreas da saúde, segurança e da  educação, isso Brasil afora, se intriga por não entender o que é feito dos impostos que paga.  A questão que não foge do dia a dia da mídia, foi conversa levantada por pais de famílias. 

Desemprego 

Estatísticas divulgadas recente confirmam que no ano passado  os  índices de desemprego  no Brasil  se apresentarem em queda. Contudo, não foi divulgado os índices da expansão por Estado. Em Alagoas falam em estabilidade, mas com propensão para crescimento da oferta de trabalho. 

Segue na dúvida 

Teotonio Vilela (PSDB) fica no governo até dezembro ou o vice Thomas Nonô é quem renúncia se quiser ser candidato ao governo? A dúvida faz parte da rotina nas conversas políticas. Segundo alguns, “uma lebre levantada desde visita recente de Fernando Henrique Cardoso ao Estado para “descansar um fim de semana.”


Lembrando

É forte ainda, no Estado, eleitor alheio a proposta do PPL (Partido Pátria e Liberdade). Mas para refrescar cabeças vale lembrar que o partido tem raízes fincadas no MR-8, grupo algoz da ditadura de 1964. Se ainda é atuante só as eleições de outubro dará a resposta.  TransparênciaO Portal da Transparência do Governo de Alagoas, lançado dia 22 último, aparece com  grupos numerosos de visitas, O projeto foi iniciativa do governador Teotônio Vilela e visitas é feita por quem se interesse em acompanhar os investimentos da administração tucana. 


Ronda

A Polícia militar, nas rondas que faz em Maceió, não passa em áreas  das imediações do Colégio Expoente, na Avenida Governador Lamenha Filho, no Feitosa. É rotina assalto a mão armada por bandidos em motocicletas. Fins de tarde, principalmente.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia