Acompanhe nas redes sociais:

16 de Dezembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 757 / 2014

04/02/2014 - 19:02:00

Erro na pintura da faixa de ônibus pode causar acidentes na Fernandes Lima

O motorista só pode fazer a conversão na linha tracejada, de acordo com a legislação, mas o que ficou notável na faixa exclusiva na Avenida é de que há um erro na área a ser obedecida

Carlos Victor Costa Repórter

A Faixa Azul, que prioriza a circulação de ônibus da capital e Região Metropolitana de Maceió nas Avenidas Fernandes Lima e Durval de Goés Monteiro, está causando bastante confusão entre condutores que frequentam as avenidas, isso pelo fato de que o  motorista só pode fazer a conversão na linha tracejada, de acordo com a legislação, mas o que ficou notável na faixa exclusiva na Fernandes Lima é de que a área a ser obdecida não corresponde ao que diz o Código Brasileiro de Trânsito, onde o espaço seria de 20m antes e depois da conversão.

Pois como está a linha tracejada, o motorista só poderá entrar no momento da conversão, o que poderia causar acidentes. A reportagem do Jornal Extra entrou em contato com a assessoria da  Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT), órgão que fiscaliza o tráfego de veículos para saber o que seria feito em relação a esse erro, onde respondeu que:  “A conversão só pode ser feita na linha tracejada.

Mas por um erro da empresa responsável pela pintura da faixa, os tracejos só foram colocados nas entradas e saídas. Mas, a orientação que será dada nas campanhas educativas é de que os outros veículos poderão fazer a conversão mesmo sem os tracejos, 20m antes e depois da conversão”.

 Outro fato levantado pela reportagem foi sobre como os condutores terão acesso aos pontos comerciais e garagem, já que dentro da faixa contínua, segundo a sinalização horizontal e vertical é exclusividade para o ônibus. A assessoria explicou que a entrada dos condutores nos pontos comerciais e garagens, segue sem problemas. “O condutor sinaliza a conversão à direita com antecedência e entra no local desejado.

Fica proibido a fluidez por mais de duas quadras, o que caracteriza que o veículo não realizou a operação de entrar e sim o de transitar na faixa exclusiva”, ressaltou.  Questionada como seria feito pelos guardas o controle em relação a distância percorrida pelo condutor dentro da faixa de ônibus. A SMTT alegou que a fiscalização será feita visualmente por agentes de trânsito posicionados em cabines pelas avenidas e com o apoio da câmera de monitoramento da SMTT.

A FAIXA

As faixas exclusivas começam a valer, na prática, a partir do dia 17 de fevereiro. Nos dois sentidos a faixa azul será reservada para os ônibus. A alteração do calendário foi feita porque a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) deve intensificar a campanha educativa junto à população.

Além disso, a Prefeitura está finalizando a sinalização das faixas exclusivas.No próximo dia 28 começa a ser veiculada nos meios de comunicação uma campanha educativa. Entre os dias 03 e 16 de fevereiro, a população será o alvo de ações educativas, que vão explicar o objetivo da implantação da faixa seletiva.

De acordo com informações da Prefeitura, entre os dias 17 de fevereiro e 09 de março não haverá notificação aos motoristas que não respeitarem a delimitação pra os ônibus. Somente a partir de 10 de março, os condutores que infringirem a determinação serão multados.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia