Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 755 / 2014

22/01/2014 - 09:47:00

Collor diz que mudança na segurança pública é troca de “seis por meia dúzia”

Senador voltar a atacar o governo Vilela com críticas ao novo secretariado

João Mousinho [email protected]

Durante o festejo de Santo Amaro, em Paripueira, o senador Fernando Collor de Mello (PTB) foi um dos personagens políticos do Estado que foram convidados pelo prefeito do balneário Abraão Moura (PP) para participar do encontro. Entre os diálogos de diversas lideranças políticas que se encontravam no município o tema principal foi as eleições 2014. 

O senador Fernando Collor voltou a afirmar que o palanque da presidente Dilma deve manter a unidade da base governista federal em Alagoas e ter apenas um único candidato. Ainda sobre essa condição, o senador considera o nome do senador Renan Calheiros (PMDB) como ideal para liderar as oposições no Estado. 

A unidade citada por Collor parece que não deve se concretizar, já que o líder do PP em Alagoas, Benedito de Lira, sigla que também faz parte do governo Dilma, desde o ano passado salientou que é um nome consolidado na disputa para o Palácio República dos Palmares.

 Ao ser questionado sobre as mudanças no secretariado do governador Téo Vilela (PSDB) ele foi direto: “trocou seis por meia dúzia”. Sobre o potencial eleitoral dos ex-secretários para enfrentar as urnas em outubro o senador disparou: “eles não têm perspectiva política”.

Por fim, Collor reiterou seu compromisso em disputar a reeleição ao Senado. Mesmo não tendo Vilela como concorrente as críticas ao governo tucano parecem não ter cessado. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia