Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 754 / 2014

15/01/2014 - 16:45:00

Canal do Sertão já tem 65 km em operação

Serviços alcançam mais três municípios alagoanos em 2014 e novas adutoras serão interligadas

Sarah Mendes Fotos: Lula Castello Branco

No sertão alagoano, 2014 começa com mais vida. Graças à entrega dos primeiros 65 quilômetros do Canal do Sertão, famílias de pequenos produtores já colhem os frutos das plantações e criações iniciadas no ano passado.

Peixes, galinhas, caprinos, sorgo, milho, morangos e uma série de alimentos abastecem a mesa dos sertanejos, além da água que agora chega com mais facilidade a milhares de alagoanos.As primeiras bombas começaram a operar em março de 2013 na maior obra de infraestrutura hídrica de Alagoas. Após mais de vinte anos de expectativas, o Canal do Sertão finalmente saiu do papel e virou realidade no governo de Teotonio Vilela Filho. Hoje, os serviços alcançam os municípios de Inhapi, Senador Rui Palmeira e São José da Tapera.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman, confirma que as obras avançam para chegar ao Km 123 até 2015. “O Canal do Sertão só tem avançado neste governo. Milhares de empregos têm sido mantidos, pois não houve nenhuma paralisação nos serviços desde 2007. Hoje, temos obras em andamento até o Km 123”, destaca Fireman.

“Esta é uma obra projetada para melhorar a qualidade de vida da população e desenvolver a economia regional, garantindo os meios para que o sertanejo possa ficar no campo com estrutura. Mais de um milhão de alagoanos serão beneficiados com o Canal, que é um grande investimento de combate aos efeitos da seca”, ressalta Marco Fireman.

CONCLUSÃO

Quando estiver concluído, o Canal do Sertão se estenderá por 250 km, entre Delmiro Gouveia e Arapiraca, atendendo a 42 municípios alagoanos. Duas adutoras serão interligadas nos primeiros 123 Km da obra para levar água às torneiras sertanejas, como explica o secretário adjunto de Projetos Especiais e Irrigação da Seinfra, Alzir Lima.As duas adutoras – Alto Sertão e Bacia Leiteira – levarão água para 27 municípios, incluindo mais de 350 povoados. Além disso, o Canal atenderá a projetos de irrigação no sertão alagoano, que serão implantados em parceria com a Codevasf, a Semarh e a Secretaria da Pesca.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia