Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 754 / 2014

14/01/2014 - 09:15:00

REPÓRTER ECONÔMICO

JAIR PIMENTEL - [email protected]

Um ano de aperto

2014 será igual a 2013.”Segure a carteira”, viva de acordo com o que ganha, esquecendo empréstimos de longo prazo, fugindo dos juros e pesquisando preços, só coprado mesmo o estritamente necessário a sua sobrevivência e procurando ainda poupar algum dinheiro, para formar um fundo de reserva, que servirá a alguma emergência. Elabore o seu orçamento anual, com base nas estimativas da inflação, sempre considerando ser superior oficial, já que é um ano de eleições, com gastos extravagantes do governo e ainda tem a Copa do Mundo, um acontecimento que provoca muita despesa. Anote tudo que entra (receita)  e o que sai (despesa) e vá fazendo um balancete mensal. 
LembrandoAs previsões econômicas para o ano que se inicia, não são boas. O PIB (Produto Interno Bruto), continuará com crescimento baixo e os juros altos, para evitar que a inflação exploda. Assim, “aperte o cinto” e jamais se endivide, para não cair no “fundo do poço”, sem crédito no comércio e tendo que recorrer a agiotas. 


Extras

Janeiro é um mês atípico de despesas extras. Os pais têm matrícula e material escolar, que leva muito dinheiro para o comércio e as escolas. No início de fevereiro, já deve pagar a primeira mensalidade, referente a janeiro, que é de férias. Aí entra o PIPT, IPVA. Faça tudo devidamente planejado, procurando acima de tudo,pesquisar os preços do material escolar. 


Preços

O aumento do salário mínimo a partir deste mês, já vem puxando para cima os preços de produtos e serviços. Isso ocorre todos os anos nesse período,valendo a dica de sempre: presquisar preços, pois a concorrência é acirrada e qualquer dinheiro economizado, se torna um bom negócio, já que serve para comprar outro produto ou ir direto para a poupança. CartãoEntre o novo ano, apenas com um cartão de crédito, usando somente nas necessidades e pagando o valor da fatura no mês seguinte, em sua totalidade, nunca amortizando (pagando o mínimo e parcelando o restante), pois isso é prejuízo para seu orçamento e pode se tornar impagável, já que os juros são elevados. 


Lista 

Ao ir às compras de supermercado ou feira livre, leve uma lista, comprando somente o que estiver anotado. Nada de comprar por impulso, mesmo sendo em promoção, já que todo comércio adota esse sistema constantemente. Pesquise sempre, nunca comprando na primeira parada.    EspecialO cheque especial é oura modalidade de crédito, que só deve ser utilizada em casos de emergência e, cobrindo esse valor no dia exato, evitando juros de mais de 10% ao mês, o que constitui um outro prejuízo em suas contas.  O economicamente correto mesmo, é esquecer tanto o especial como o cartão de crédito parcelado e só comprar à vista, com dinheiro em espécie ou cartão de débito. 


Feriados

Janeiro e fevereiro, não tem feriado. Isso só vai ocorrer no início de março, com o Cranaval: em abril, a Semana Santa e Tiradentes: maio, dia do Trabalho e juho, Corpus Christi. Portanto, nesses dois primeiros meses do ano, evite gastos exagerados, vá guardando o dinheiro para o lazer nos feriados. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia