Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 753 / 2014

08/01/2014 - 10:05:00

Meio Ambiente

Documento de Origem Florestal

Instrução Normativa nº 21/2013, publicada no dia 30 de dezembro no Diário Oficial da União, seção 1, página 830, estabelece importantes inovações referentes à normatização de novos mecanismos incorporados ao sistema Documento de Origem Florestal (DOF) e a consolidação de orientações para procedimentos e conceituações. O DOF  é a licença obrigatória para transporte e armazenamento de produtos florestais de espécies nativas do Brasil.A revisão da norma foi elaborada ao longo do tempo com a contribuição de vários atores. Participaram ativamente nos trabalhos servidores das Superintendências do Ibama, das entidades associadas à Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema) e das instituições integrantes do Comitê Técnico de Avaliação dos Sistemas de Controle Florestal. Fazem parte do Comitê: o Ministério do Meio Ambiente, Serviço Florestal Brasileiro, Polícia Ambiental de São Paulo, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República e organizações não governamentais e do setor privado.

1-Fukushima

O painel se centrará principalmente em analisar os desafios que implica administrar milhares de toneladas de líquido contaminado com trítio, o único isótopo radioativo que até agora não está sendo eliminado durante o tratamento da água.Para limpar a água que se usa como refrigerador dos reatores, que se contamina ao entrar em contato com os núcleos parcialmente fundidos, a operadora da central emprega um mecanismo chamado Sistema Avançado de Processamento de Líquidos (ALPS), desenvolvido pela Toshiba.

Coruja buraqueira 

A coruja buraqueira, Athene cunicularia, é uma espécie facilmente encontrada em centros urbanos, sendo vítima frequente de ações humanas. Segundo a doutora Vanessa Kanaan, a ave tem o hábito de fazer ninhos no solo e por isso, com a expansão imobiliária e agrícola, está perdendo espaço e seu habitat natural.Para promover a preservação, diversos projetos são realizados. Na praia de Mariscal, em Bombinhas, no Litoral Norte de Santa Catarina, foram colocadas placas sinalizando as tocas para que os visitantes e moradores tomem cuidado para não danificar o local. Já na Praia Mole, em Florianópolis, os surfistas instalaram placas indicando as tocas.


Presentes de Natal

Animais de Zoológico em João Pessoa recebem presentes de Natal. Além do leão e das leoas, a onça que vive no Parque Arruda Câmara também recebeu sua alimentação embrulhada para presente. Proporcionar atividade física para os animais também foi um dos objetivos da atividade realizada na Bica. Macacos receberam frutas dentro de caixas coloridas e pintadas. Para mudar a rotina dos animais, técnicos do Parque Zoobotânico Arruda Câmara ofereceram a alimentação dos felinos e dos primatas embrulhada para presente.

Leopardo-de-amur 

O leopardo-de-amur, uma espécie muito rara de felino que mora nos confins da Rússia e daChina, é o grande ganhador do prêmio de 2013 sobre a evolução das espécies ameaçadas do Fundo Mundial da Natureza (WWF). Segundo esta classificação, desenvolvida anualmente pelo WWF, “a população de leopardos-de-Amur aumentou 50% nos últimos cinco anos”.


Número de lobos

 Para os visitantes do Parque Nacional Ilha Royale (Michigan, Estados Unidos) nada supera a emoção de um uivo de lobo perfurando uma noite silenciosa ou o vislumbre do animal dormindo em uma trilha na floresta. Mas essas experiências estão se tornando cada vez mais raras e em pouco tempo podem desaparecer para sempre. A população de lobo cinza caiu muito nos últimos anos na Ilha Royale, um arquipélago rochoso e densamente arborizado no Lago Superior que está entre os parques pouco visitados por causa de sua localização remota – uma viagem de seis horas de balsa de Michigan. 


Leis sobre animais

O neurocientista canadense Philip Low, pesquisador da Universidade Stanford e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), ambos nos Estados Unidos, disse que a invasão do Instituto Royal, em São Roque (SP), por ativistas que levaram do local cães e coelhos usados em testes dá oportunidade ao país para rediscutir as políticas de proteção aos animais, “seja para uso na pesquisa ou na indústria de alimentos”. Ele afirma que se os brasileiros se opõem à forma como os animais são usados, deveria ser considerada a “opção de mudar a lei, em vez de quebrá-la”.

Leão-marinho

 O leão-marinho “Jay” desenha o ideograma chinês correspondente à palavra “cavalo”, treinando sua caligrafia para a atração de Ano Novo do aquário Hakkeijima em Yokohama, no Japão. Segundo o calendário chinês, 2014 será o “ano do cavalo”.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia