Acompanhe nas redes sociais:

19 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 751 / 2013

27/12/2013 - 10:58:00

Sururu

Marcados para morrer

Da Redação

Reportagem da Revista Congresso em Foco traz dados assustadores sobre o números de brasileiros marcados para morrer. Mais de 2 mil em todo o país perderam a liberdade por testemunhar e denunciar violações e crimes ou por exercer suas profissões. Apenas em Alagoas, são 88 vítimas- algumas incluídas no programa de proteção a vítima- outras, entregues a própria sorte. A violência atingiu a todas as camadas e classe sociais. No Estado, 71 pessoas estão na lista de vítimas e testemunhas, duas são lideranças agrárias, três defensores dos direitos humanos e 12 juízes. Entre os grupos mais expostos a ameaças de morte no Brasil se destacam as crianças e adolescentes: são 851 espalhadas por todas as regiões. Em seguida aparecem as vítimas e testemunhas, num total de 770. As lideranças agrárias marcadas para morrer são 295; já os defensores dos direitos humanos ameaçados são 413. A lista  continua com 200 juízes  e oito jornalistas.Mas, o número exato de jurados de morte ainda é uma incógnita, já que alguns pedidos de proteção são negados, outros ameaçados temem denunciar a perseguição que sofrem, sem contar que as intimidações se espalham  pelo campo e pela cidade. Nem os tribunais de Justiça são poupados. 

Nos dedos

Nesta semana os deputados realizaram só uma sessão no plenário da  Assembleia Legislativa. Foi a da terça, pois na quarta e na quinta-feira os servidores fecharam a Casa para receber o  13º, negociar pagamento das férias e definir o do mês de dezembro para ser liberado até o dia 27.


Pesquisas

Entra na rotina política do Estado conversa de homens público sobre patrocínio de pesquisas para intenções de votos em 2014.  tempera a pauta deputados preocupados com a reeleição. Alguns até apostando que o número de registros supere o das eleições anteriores (2010).

Sem semáforo

Foi complicado para motorista transitar no começo da manhã da quinta--feira (19) pela Avenida de pista dupla paralela a linha férrea desativada no trecho Jaraguá/Centro e vice-versa.  Motivo: os semáforos, todos,  não funcionaram e como sempre, o mais penalizado pelo risco de acidente foi  o pedestre na travessia de rua. 


Medicina/Cesmac

1 - A Comissão de Recursos Humanos do Conselho Nacional de Saúde deu   passo positivo para a criação do Curso de Medicina  pelo Centro de Estudos Superiores de Alagoas (Cesmac). A decisão otimiza a aprovação na nova e derradeira avaliação da proposta agora no plenário do Conselho e com agenda para no início de fevereiro.


2 – A criação do curso de medicina proposto pela diretoria do Cesamc é antiga, uma luta que vem desde 2010 e anterior a avaliação da proposta pelo Conselho Nacional de Saúde enfrentou uma rigorosa análise pelo Ministério da Educação. Teve acompanhamento do senador Benedito de Lira em toda a sua tramitação.

Helô no Senado?

Heloisa Helena (Psol), vereadora em Maceió no segundo mandato, terá apoio de Marina da Silva na campanha para o Senado. As duas se identificam pelos mesmo ideais e posições tomadas na vida pública.


Obras irregulares

O prefeito Rui Palmeira começa a trabalhar a imagem da sua administração divulgando obras executadas ou em execução. Serviços, por enquanto são na pe-riferia da cidade com maior atenção aos bairros  das regiões do Farol e Tabuleiro do Martins.       

Evolução

Pelo movimento cívicos entrando na rotina da cidade é natural as previsões que se encaminham para 2014 analisadas como de um ano de turbulência. Motivo da expectativa: a campanha eleitoral como estímulo a determinados atos que possam ser praticados em nome de uma falsa cidadania. 


Ato positivo

Não foi dada importância  a decisão recente do Congresso Nacional que extingue voto secreto nas sessões para cassar mandatos ou derrubar vetos presidenciais. A decisão, contudo, só vale para o Senado e Câmara Federal. Nas Assembleias legislativas e Câmaras Municipaus ainda não vigoram tais decisões.


Combustível

Em Maceió postos vendem combustíveis sem preços por litro estarem afixados em locais para fácil visão dos usuários, nas bombas principalmente?. Questão é levantada por motoristas que já pagam mais R$ 3,00 e ouvem conversas de novo aumento para começo do novo ano, que já não está longe. Veículos vão ter reajuste de preços devido uso obrigatória de airbags.

Abrindo o jogo?

O senador Renan Calheiros começa abrir o jogo sobre a sua participação nas eleições do próximo ano. É nome forte para o governo,de Alagoas, mas dá mostrar de ter interesse em lançar o filho xará, que vai bem nas pesquisas. Mas surpresa maior foi anunciar dificuldade para formar uma coligação com o governador Teotonio Vilela, agora mais à vontade para, quem sabe, não se unir ao senador Benedito de Lira?

Gratuidade

Os shopping centers, supermercados, aeroportos, rodoviárias e hospitais podem ficar proibidos de cobrar tarifa de estacionamento em alguns casos. A medida está prevista no Projeto de Lei 5130/13, do deputado Marcio Bittar (PSDB-AC), que limita a gratuidade a três horas de estacionamento. 

Verdade?

A confiança do consumidor revelado em pesquisa da Nielsen, na Revista Istoé, define o brasileiro como o mais otimista da América Latina com 110 pontos e média geral dos demais países de 94 pontos. A Venezuela tem pontuação mais baixa. A pesquisa foi relativa ao 3º trimestre deste ano.

 
Dose dupla

Os militares, Polícia e Corpo de Bombeiros se uniram ao pessoal da Assembléia Legislativa no  fechamento do prédio Tavares Bastos.  Os policiais reivindicando reajuste dos soldos e os servidores do legislativo para receber o 13º pago no dia anterior ao pessoal do Estado.  


Licitação

A vereadora Silvania Barbosa acompanha atenta a proposta sobre abertura de processo de licitação no setor de transporte coletivo de Maceió. A iniciativa pela proposta é uma bandeira dela desde o ano passado, época em que Cícero Almeida era prefeito de Maceió.

Rotina

É rotina o Ministério Público denunciar prefeitos por   corrupção, propondo, inclusive, afastamento, mas o retorno deles aos cargos é comum. E pior é que as denúncias, mesmo chocando o povo, não macula o prestigio político da maioria.


Sugestão

Rui Palmeira poderia analisar a construção de uma ponte no trecho do Salgadinho, ligando pela Silvério Jorge Jaraguá a Praça Sinimbu. ou vice-versa. “O trecho é morto,” observam motoristas defensores da  proposta.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia