Alagoas, 20 de novembro de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Isaac Sandes
Opinião

Promotor de Justiça

Por Isaac Sandes

Babel ideológica

Isaac Sandes Dias

06/08/2019 16h04

Em meio aos atuais debates que tentam definir quem é ou o que é esquerda e direita em que a Nação viu-se tomada durante as últimas eleições e após a eleição do atual governante, ressalta a completa dissonância de percepção em que os debatedores veem-se envolvidos.

Se um lado argumenta que o aparelhamento de nossas instituições é obra das esquerdas, o outro contra-argumenta que não mais existe esquerda, que o socialismo marxista caiu com o muro de Berlim ou com o fim da União Soviética.

Um lado argumenta que estamos vivendo um remake da ditadura, o outro rebate afirmando que no Brasil não houve ditadura pra valer, mas sim uma versão branda de um governo militar.

Desta forma, o País encontra-se envolvido num verdadeiro caos de argumentos e posições políticas contraditórias. No meio disso tudo, como um catalisador poderoso, encontram-se as redes sociais. Território supremo dos idiotas e dos sabe tudo.

No fim, o que prevalece ali é a máxima que afirma: “Na casa que falta pão, todos gritam e ninguém tem razão”.
A verdade é que, movidos pela ignorância ou paixão política, cada um dos lados, cego na defesa de suas convicções e verdades absolutas, esquece ou não procura estudar tais temas para, assim, travar um debate civilizado onde todos saibam o que estão falando e onde todos entendam o que os outros estão falando. Aliás, em face do imenso número de analfabetos funcionais paridos a fórceps pelo nosso sistema educacional, o que mais vemos é essa imensa dissonância cognitiva que nos faz parecer uma torre de Babel de oito milhões de quilômetros quadrados.

Tal estado de coisas, que se assemelha bastante a uma briga de casal, poderá futuramente desembocar em conflitos de resultados imprevisíveis.

Da mesma forma, a classe de falantes de palpiteiros da grande mídia, que a cada momento desencava de sua cartola mágica especialistas para comentar todo e qualquer assunto que se apresente, contribui para jogar areia nos olhos da turba ignara, como quem joga areia entre dois cães que que se estranham, provocando com isso violenta briga.

De tudo, o que resta de verdade é que os setores antinacionalistas vão se aproveitando dessa imensa Babel para passar com sua caravana enquanto os cães ladram, pois num País em que o conteúdo cultural de sua população é raso como um pires e o horizonte cognitivo de sua intelectualidade não vai além de uma aba de boné, o que podemos esperar é apenas esse clima de mercado persa que um dia, queira Deus, não se transforme num pandemônio fratricida.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade