Alagoas, 26 de julho de 2021 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Marcus Assunção
Opinião

Fique por Dentro

Por Marcus Assunção
Sérgio Moraes

Grande personalidade cultural do Pilar e de Alagoas

Marcus Assunção

20/07/2021 19h07

Sérgio Roberto Cavalcante de Moraes
Cortesia ao EXTRASérgio Roberto Cavalcante de Moraes

Biografia de Sérgio Roberto Cavalcante de Moraes

Escritor, Poeta e Produtor Cultural.

Nasceu na cidade do Pilar (AL), em 18 de Outubro de 1965, onde reside até hoje. Estudou no Jardim Infantil Anísio de Souza, fez o primário no Grupo Escolar Oliveira e Silva e o 1º e o 2º Grau no Ginásio Nossa Senhora do Pilar no início dos anos 80, onde começou a dar seus primeiros passos e a se interessar por Cultura nos Grêmios Literários da Escola, fazendo poesias e músicas, teatro e trabalhos de artes. Neste mesmo período, participou do Grupo Jovem da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, liderando o grupo, organizando eventos Culturais e escrevendo alguns artigos para o Jornal “O Semeador”.

Em 1989, foi um dos Fundadores do famoso FESTIVAL DO BAGRE DO PILAR (que existe até hoje), compondo a música do evento e organizando as apresentações culturais na praça da Matriz.

Começou a divulgar seus textos a partir de 1991, no aniversário de 119 anos da cidade do Pilar, através dos versos: “HISTÓRIAS DE MINHA TERRA”, lido na Rádio Difusora de Alagoas, no programa do radialista Edécio Lopes. No mesmo ano, começou a trabalhar como Coordenador de Cultura com o Prof. Ivo Vicente, na Prefeitura do Pilar, organizando a 1ª Semana da Cultura Arthur Ramos, montando uma exposição de fotos, livros e objetos, no salão do Banco do Brasil da cidade, com o tema: “PILAR E SUA HISTÓRIA”.

Em 1999, com o apoio da Prefeitura do Pilar e do Diretor de Cultura Emílio Soares, publicou e distribuiu na cidade 2.000 Folhetos “PILAR EM VERSOS”, contando a história do Município de uma forma popular. Em 2001, a convite do Prefeito Carlos Alberto Canuto assumiu a direção da CASA DA CULTURA PROF. ARTHUR RAMOS, ano em que idealizou e implantou grandes projetos culturais na cidade do Pilar: a ENCENAÇÃO DA ÚLTIMA PENA DE MORTE DO BRASIL (28 de Abril), SEMANA ARTHUR RAMOS (07 de Julho), SEMANA DO FOLCLORE
(Mês de Agosto), SEMANA DA CULTURA
(Início de Novembro), que continuam sendo realizadas pela Prefeitura do Pilar.

Entre 2001 e 2004, publicou ainda outros folhetos (Folder’s): TURISMO NO PILAR, AS FESTAS DO PILAR e ARTHURAMOS, O PILARENSE FRANCÊS distribuídos com a Comunidade. Em 2003, presidiu a Comissão Organizadora do CENTENÁRIO DE ARTHUR RAMOS e em reconhecimento ao seu trabalho a frente da Diretoria de Cultura do Município recebeu a COMENDA ARTHUR RAMOS. No mesmo ano, participou no SESC do Rio de Janeiro, do ENCONTRO DE CULTURA DAS CIDADES, através do Fórum Intermunicipal de Cultura.

Em 2004, a ASFOPAL – Associação dos Folguedos Populares de Alagoas, lhe concedeu a COMENDA PEDRO TEIXEIRA DE VASCONCELOS, pelos relevantes serviços prestados ao Folclore Alagoano.

No ano seguinte (2005), publicou seu primeiro Livro: “PILAR DAS ALAGOAS, RECANTO DAS COISAS BOAS”, com todos os detalhes da História do Pilar, fotos, dados culturais. No ano 2008, publicou seu 2º Livro: “UM PASSEIO POR ALAGOAS”, feito em versos, falando dos 102 Municípios Alagoanos, das belezas naturais do Estado, da Cultura, dos Filhos Ilustres de Alagoas e convidando a todos a conhecer as cidades e viajar pelo nosso Estado.

Foi membro atuante do SAM – SISTEMA ALAGOANO DE MUSEUS. Em 25 de Agosto de 2010 passou a pertencer, como Escritor e Poeta, ao Portal dos Escritores Alagoanos publicando Poesias, Acrósticos, Músicas, Crônicas, Literatura de Cordel, Prosa Poética e outros textos. Em 2012, em parceria com o Portal dos Escritores, criou e organizou o 1º ENCONTRO DOS ESCRITORES ALAGOANOS, realizado em Pilar, com total apoio do então Prefeito Renato Filho, que agora em 2021, novamente como Prefeito, apoiou esse evento literário.

Tem vários folders e gravações “ANDANDO PELO PILAR”, relembrando pessoas e fatos da cidade.É autor da Música Pilar Terra Boa e Bonita, em Parceria com Diogo Cachorrão e também Autor da Oração à Nossa Senhora do Pilar (2004) e grande colaborador da Festa da Padroeira. É Diretor da Centenária SOCIEDADE FRATERNIDADE, INSTRUÇÃO E BENEFICÊNCIA DE PILAR, membro da PASCOM PILAR e da APPA – Associação Pilarense de Proteção aos Animais e foi um dos fundadores da Rádio Comunitária de Pilar. Participou em 2017 do Livro Coletivo OS PILARES DO BRASIL, idealizador pelo Escritor e Poeta Antônio Costta do Pilar-PB.

Em Julho de 2013, Sérgio Moraes tomou posse como Acadêmico Efetivo da ACADEMIA PILARENSE DE LETRAS, ocupando a Cadeira Nº 12, tendo como Patrono “Otávio Gomes. Em 13 de Setembro foi eleito Presidente da ACADEMIA PILARENSE DE LETRAS e reeleito em 20 de junho de 2015 e 2017 até 2019.

Em 20 de Novembro de 2013, foi empossado como Sócio Efetivo e Imortal na ACADEMIA ALAGOANA DE CULTURA, ocupando a Cadeira Nº 35, que tem como Patrono Dom Adelmo Machado, recebendo o Diploma e a Medalha Arthur Ramos, Patrono da Academia, sendo depois Secretário da instituição.

Em 2019, foi agraciado com a Comenda Dr. Rubens Canuto pela Câmara Municipal do Pilar, por indicação da Vereadora Deuza Lages e com o aval da Deputada Fátima Canuto e do Prefeito Renato Filho (Filha e Neto do Dr. Rubens Canuto) em reconhecimento ao seu trabalho de dedicação a cultura pilarense.

Em 19 de junho de 2020, foi convidado pelo Prefeito Renato Filho para ser o Diretor do CINE PILARENSE, reerguido e reaberto como um marco histórico para a cidade do Pilar. Neste mesmo ano, foi um dos Autores do livro didático “PILAR, CIDADE DA GENTE”, inserido Secretaria de Educação e Cultura nas escolas municipais.

Está concluindo o curso de Jornalismo pela UFAL, cujo o TCC será a publicação de um Livro-Reportagem sobre os “Equívocos e a verdade sobre a Última Pena de Morte do Brasil.

Há muitos anos atrás eu fui à cidade do Pilar pela primeira vez, através do convite do meu amigo, irmão e companheiro do curso de radialista Robson Lima. No segmento da comunicação conhecido como Binho Lima, uma expressão da cultura e comunicação do Pilar. Foi através do show baile com o cantor e compositor da MPB Paulo Diniz no principal Clube da cidade. Fiquei encantado e lisonjeado com a receptividade da sociedade, a gastronomia e a beleza da Orla Lagunar. Sem falar da vista linda de quando estamos descendo a ladeira e avistamos o Mundão de Lagoa. 

Não poderia deixar de citar que o Pilar é a terra do meu ex Professor no Colégio Guido e um dos maiores folcloristas do Brasil Ranilson França, dos meus amigos médicos Emannuel ,Kleber , e seus irmãos Téo e Marçal Fortes. Esta terra tem muitas histórias Fortes e bonitas. Pilar terra do grande humanista, médico, antropólogo e folclorista Arthur Ramos, do cordelista Jorge Calheiros, do cantor Almir Lopes e Sérgio Moraes escritor, poeta e produtor cultural, e das suas tradições culturais e religiosas. Nossa Senhora do Pilar do qual eu me tornei devoto. 

O Trabalho sério, visionário e empreendedor cultural que o Sérgio Moraes realiza na cidade do Pilar é algo maravilhoso e diferenciado. Eu não poderia me esquecer de citar a sua importância também para as tradições religiosas do Pilar. Isto é muito raro de se ver em outras cidades Alagoanas. Sérgio pensa na cultura, religião e principalmente no desenvolvimento da cidade. Dia 25 de julho de 2021 estarei participando de forma honrosa prestigiando pela segunda vez o Encontro dos Escritores do Pilar. Evento bem elaborado e organizado pelo amigo Sérgio Moraes. (Marcus Assunção).

MUNICIPIOS:


Presidente da AMA defende políticas para combater a vulnerabilidade social pós-pandemia
O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, defendeu priorizar políticas públicas de combate às condições de vulnerabilidade das pessoas durante esta sexta-feira (16) durante a reunião com representações municipalistas do Nordeste. A prefeita de Feliz Deserto e 3ª vice presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Rosiana Beltrão, também participou do encontro.

Campo Alegre:
SENAC E PREFEITURA DE CAMPO ALEGRE PROMOVEM CURSOS GRATUITOS PARA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO
Aula inaugural foi realizada na manhã de segunda-feira (19.7).
Transformar vidas por meio do ensino profissional. Esse é o negócio do Senac que, por meio de um convênio com a prefeitura de Campo Alegre, está beneficiando 135 pessoas do município e do distrito de Luziápolis com 11 turmas de cursos gratuitos nas áreas da Beleza e Educação.

POLITICA:

Em Maceió, Eduardo Leite declara apoio a Rodrigo Cunha para o Governo Estadual.

O governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) visitou Maceió na tarde deste sábado (17). Convidado pelo senador Rodrigo Cunha (PSDB), Leite conheceu a região dos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto, visitou o Instituto Mandaver, no Vergel do Lago, e participou de evento com correligionários e filiados do partido em uma casa de eventos no bairro do Farol. Na ocasião, Eduardo Leite falou sobre sua pré-candidatura à corrida presidencial em 2022 e declarou apoio a uma candidatura de Rodrigo Cunha ao Palácio República dos Palmares nas eleições do próximo ano.

DEPUTADO PEDRO VILELA:

O Deputado Federal (PSDB/AL), Pedro Vilela emplaca emendas na LDO que beneficiam educação, saúde, turismo e meio ambiente.

Deputado lamenta aumento de quase o triplo do valor do fundo eleitoral e espera que o presidente Bolsonaro vete esse dispositivo

O deputado Pedro Vilela (PSDB) conseguiu colocar na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) emendas de texto que beneficiam a educação, a saude, o turismo e o meio ambiente. Segundo o parlamentar, são conquistas importantes que impedem o contingenciamento de verbas para essas áreas, em especial à política educacional e ao meio ambiente, assegurando que recursos às universidades públicas e prevenção e combate aos incêndios e desmatamentos ilegais no país, não sofram cortes sob quaisquer pretextos.

SAÚDE:


Maceió: Capital começou a vacinar contra a Covid-19 a população de 36 anos ou mais a partir do dia 17de julho.


ARQUITETURA:


O Maior evento de Arquitetura no mundo acontece pela primeira vez n Brasil. EXPO RIO DE 18 Á 21 DE JULHO/2021.

RIO DE JANEIRO E A ARQUITETURA

Escolhido para sediar o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, o Rio de Janeiro conquistou o título inédito de Capital Mundial da Arquitetura, concedido pela UNESCO e pela UIA.

A cidade reúne ícones arquitetônicos de cinco séculos – como o Palácio Capanema e o Museu de Arte Moderna.

Além do patrimônio arquitetônico inserido em uma geografia esplendorosa, o Rio de Janeiro é também uma cidade de contrastes desafiadores e notável diversidade. Um laboratório aberto, vivo, para estudos globais sobre os desafios das metrópoles.

Um encontro de gerações para ficar marcado na história

Arquitetos de todos os continentes, dos mais consagrados aos novos talentos expoentes, pensadores do ambiente urbano, pesquisadores, universitários, construtores, movimentos sociais, empresas de tecnologia e inovação, instituições acadêmicas e multilaterais, autoridades políticas, todos estão convidados a cotejar experiências relacionadas à construção do espaço da vida social.

A crise enfrentada atualmente no mundo todo evidenciou a interdependência entre economia, política, sociedade, ambiente, cidade. Interdependência que foi, premonitoriamente, indicada no tema do 27º Congresso Mundial de Arquitetos. Mais do que nunca, temos a compreensão de que vivemos a mesma era e compartilhamos o mesmo planeta.

É possível que emane desse contexto a Cidade 21, atenta ao ambiente, ao clima, aos bons espaços, à redução das desigualdades intraurbanas, tendo o cidadão como foco.


ENCONTRO DOS POETAS ESCRITORES:



Autora: Selma Ribeiro (Carneiros/AL)


“Um pedaço do paraíso
Pilar, Num lugar tão pequenino
Onde tanta beleza há
Há pessoas tão singelas
Poéticas que amam a natureza
Ama sua terra natal
Ama as pessoas com certeza
Terra de Sérgio Moraes
Esse poeta nato
Que traz em sua bagagem
Histórias e poesias
De encantos e certezas.
Terra do grande humanista Arthur Ramos e de um dos maiores folcloristas do Brasil Ranilson França
Flávia Lins e Silva
Gabriel Garcia Marques
do Cordelista Jorge Calheiros
E outros amantes da arte
Do amor e da poesia.
Mas aqui estou
Nessa nova safra de escritores
Trazendo no peito amor
Paixão , poesias e alegrias
Pra gente levar essa vida
Com leveza e maestria
Nesta terra de notáveis literatos
Uma infinidade de escritores
Pra contar tantas histórias
E encher nossos corações
Com contos
Poesias e fantasias
Com tanta beleza amor e folclore.
Eu queria que comigo
Fosse tudo diferente
Se alguém pensasse em mim
Soubesse que eu sou gente
Falasse do que eu penso
Lembrasse do que eu falo
Pensasse no que eu faço
Soubesse por que me calo!
Porque eu não sou o que visto
Eu sou do jeito que estou!
Não sou também o que eu tenho
Eu sou mesmo quem eu sou!”

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade