Alagoas, 27 de julho de 2021 22º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Marcus Assunção
Opinião

Fique por Dentro

Por Marcus Assunção

Nelson da Rabeca: orgulho cultural de Marechal Deodoro e do Nordeste

Marcus Assunção

12/06/2021 08h08 - Atualizado em 12/06/2021 09h09

Nelson da Rabeca
ReproduçãoNelson da Rabeca

NELSON DA RABECA: ORGULHO CULTURAL DE MARECHAL DEODORO E DO NORDESTE


Biografia:


Assim como sua família, sua principal ocupação sempre foi a agricultura, principalmente a lavoura da cana-de-açúcar, onde trabalhou por anos como cortador de cana, até ele descobrir o talento para música. Casado com Benedita da Silva, que o acompanha como vocalista, ele tem dez filhos, alguns dos quais também músicos.

Sem ter frequentado escola, portanto, sem saber ler, e sem precedentes musicais na família, Nelson aprendeu a tocar rabeca sozinho, aos 54 anos de idade, ao ver um violino pela televisão. Nelson "apaixonou-se pelo instrumento e decidiu fazer o seu próprio".

Dados artísticos:


Sediado em Marechal Deodoro, em Alagoas, paralelamente ao trabalho na agricultura, toca rabeca e compões baiões, xotes, marchas e forró pé-de-serra. Também toca acordeão. Começou a construir rabecas na década de 1970, alcançando renomada originalidade e perfeição no ofício que aprendeu sozinho, seguindo um processo de experimentação, até chegar a um resultado que lhe satisfizesse. Para seu trabalho, pesquisa madeiras diferentes, objetivando a beleza e o resultado sonoro do instrumento. Sua madeira preferida é a jaqueira que, segundo ele "além de ser bonita e dar bom som, não acaba nunca". Escolhe madeiras duras e pesadas para a construção de seus instrumentos que têm como marca serem robustos e resistentes.

Com o apuro de seu trabalho como compositor, instrumentista e especialmente como construtor de rabecas, tornou-se conhecido na comunidade de Marechal Deodoro, mas foi com a pesquisa de José Eduardo Gramani, que ganhou reconhecimento não só em Alagoas, mas também de estudiosos de vários pontos do Brasil. Gramani, ao entrar em contato com a primeira rabeca de Nelson, ficou tão impressionado, com aquele meio de expressão musical e com sua riqueza timbrística que se sentiu inspirado a compor vários temas, que se tornaram peças específicas para aquela rabeca. Essas peças tiveram registro em um CD, gravado em 1994.

Em 1998, objetivando fortalecer esse reconhecimento, foi fundada a "Associação dos Amigos de Nelson da Rabeca", encabeçada por artistas, intelectuais e agentes culturais alagoanos, que veem nele um dos mais legítimos representantes da cultura popular alagoana e que, voluntariamente, promovem seu trabalho artístico.

São diversos os músicos e pesquisadores que, atestando a qualidade dos instrumentos de Nelson, registraram sua admiração e respeito a ele, o musicólogo Wagner Campos, sobre ele, afirmou: "Dominando todos os processos de sua arte musical, do corte da madeira,passando por todas as etapas específicas da construção de cada um de seus instrumentos, até a criação e interpretação de suas próprias composições, Seu Nelson trabalha apoiado em uma sabedoria secular, representando o ponto de chegada de conhecimentos muito antigos trazidos na bagagem dos colonizadores, diminuindo distâncias entre passado e presente, tradição e atualidade".

Em 2003, foi convidado para entrevista, apresentando-se no "Programa do Jô", na TV Globo. Nelson dos Santos, conhecido como Nelson da Rabeca (Joaquim Gomes, 12 de março de 1941) é um rabequista, acordeonista e compositor brasileiro, natural de Alagoas.


MUNICÍPIOS 
:

Penedo está aprovada para receber a vacina Pfizer

A Prefeitura de Penedo avança no combate ao coronavírus. O município que é referência positiva na campanha de vacinação contra Covid-19 em Alagoas, com mais de 30% do público-alvo assistido com a primeira dose do imunizante, está pronto e credenciado para aplicar a vacina Pfizer.
A boa notícia para a população de Penedo veio nesta quinta-feira, 10, quando a Secretaria Municipal de Saúde (SEMS) recebeu o parecer do Plano Nacional de Imunização (PNI) para receber a vacina da indústria Pfizer em nossa cidade.
A agilidade da gestão Crescendo Com Seu Povo assegurou mais essa conquista para a população. O credenciamento foi acompanhado do envio do primeiro lote de vacinas Pfizer, 948 doses que farão Penedo ampliar a imunização da população local contra o coronavírus.
(Dicom PMP com Assessoria SEMS)

AMA:

Presidente da AMA recomenda que festas juninas não sejam realizadas nos municípios

Pelo segundo ano consecutivo, a festa mais aguardada da região foi cancelada por causa da pandemia da Covid-19. Agora a prioridade é conter o avanço do vírus com a vacinação a todo vapor.
O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), prefeito Hugo Wanderley, recomendou novamente aos gestores que não realizem qualquer tipo de evento junino em suas cidades. O prefeito reconhece que Junho é Junho é um mês tradicional para o Nordeste que, a partir da tradição, comemora a colheita do milho e a chegada das chuvas nas lavouras, além dos festejos em homenagem aos santos Pedro, Antônio e João.


RECONHECIMENTO:


PRESIDENTE DA CAMARA DOS DEPUTADOS ARTHUR LRA.

-O Deputado Federal Arthur Lira (PP/AL) é condecorado com a medalha Grã-Cruz da Ordem do Mérito da Defesa

-O Prefeito de Maceió JHC, recebeu o titulo de tripulante honorário da Capitania dos Portos.


INVESTMENTOS:


Com investimentos de 38 R$ milhões, Sedetur anuncia instalação de empresa em AL. Distribuidora de autopeças para grandes montadoras, companhia deve gerar 250 empregos diretos e indiretos em unidade montada no município do Pilar.


SAÚDE:


Governador Renan Filho autoriza construção de sétima UPA em Maceió.

O Governo do Estado irá construir a sétima Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Maceió, que ficará localizada no bairro Chã da Jaqueira. A assinatura da ordem de serviço pelo governador Renan Filho e o secretário da Saúde, Alexandre Ayres, que vai resultar no início das obras, aconteceu na sexta-feira (11) no Ambulatório 24 Horas Dom Miguel Câmara, onde o novo equipamento de saúde será erguido. Essa é a quinta UPA erguida exclusivamente com recursos estaduais na capital alagoana.


ECONOMIA:


DIA DOS NAMORADOS:


Dia dos Namorados: presentes devem girar em torno de R$ 140,87, aponta pesquisa.
No mês dos namorados o que não falta é romantismo, que muitas vezes, pode ser traduzido em presentes. E há poucos dias para a data mais romântica do ano, diversos casais têm planejado a melhor forma de surpreender o seu parceiro. São muitas opções que devem emocionar a pessoa amada, podendo variar de um buquê de flores especial como presente para a namorada a um jantar à luz de velas.

O interessante é que este ano, de acordo com uma pesquisa de intenção de compras realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), os apaixonados pretendem gastar, em média, R$140,87..


BOAS SUGESTÕES


Apenas como sugestão valorize o comércio Alagoano, compre nosso precioso artesanato para dar de presente, faça sua reserva em nossos maravilhosos restaurantes, com opções diversas, deliciosas e , prestigie a rica gastronomia Alagoana, Encomende bombons, bolos e doces variados artesanais e presenteie a pessoa amada.. Visite os nossos shoppings você poderá encontrar promoções especiais em algumas lojas. Aproveite visite também o centro de Maceió, e nos municípios Alagoanos. Com certeza você encontrará o seu presente desejado.. Para terminar reserve aquela Pousada ou hotel e vá ter uma nova lua de mel. Opções não faltam. Lógico sem faltar o tradicional buque de flores


CULTURA:


ENCONTRO DOS POETAS:


O meu São João.


Preparem as bandeirinhas de São João
Que a festa está vindo com animação.
Vamos dançar na quadrilha
E espalhar alegria.

Ninguém vai ficar parado
Quero todo mundo animado
Nessa noite de junho não pode faltar
Alguém que nos amamos para nos acompanhar

Tem fogueira e diversão
Além de balão e rojão
Deixando as noites coloridas
Iluminando meninos e meninas.

Tem pamonha, canjica e paçoca.
Pé de moleque e tapioca
Muita comida gostosa
São João é uma festa maravilhosa.

Autora: Anita Sarmento – (idade) 10 anos.
Aracaju - SE - 09/06/2021

Abandono

Abandonei mesmo,
deixei pra lá.
Não conseguia mais
pintar as emoções em palavras
naquele papel amassado
por vários corações.

Desisti de tentar
escorrer sentimentos pelos dedos
para enfeitar uma história
onde as flores já desbotaram.

É mais seguro parar nesse ponto,
onde tudo está inacabado
e manter a segurança de pensar,
se, escolher vermelho ou Rosa
daria certo.

Saysia Salomão

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade