Alagoas, 19 de setembro de 2021 23º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
José Firmino Oliveira
Opinião

Blog do Firmino

Por José Firmino Oliveira
Blog

Guerra política ideológica impõe derrota à extrema Imprensa e aos Institutos de Pesquisas

29/07/2021 18h06

Guerra politica ideológica derrota extrema imprensa e institutos de pesquisas
Arquivo montagem JFGuerra politica ideológica derrota extrema imprensa e institutos de pesquisas

Desde o anúncio do resultado das eleições de 2018, que teve como eleito para a presidência da República o candidato Jair Messias Bolsonaro, representando a ideologia política de direita, contra o petista Fernando Haddad, representando a esquerda, que o descrédito de grande parte da população do Brasil para com a extrema Imprensa e os Institutos de Pesquisas tem se acentuado em proporções geométricas, de sorte que hoje pouca gente acredita nas pesquisas políticas realizadas por quase todos os Institutos e nas críticas feitas pela extrema imprensa, ao Presidente da República.

Bolsonaro foi eleito com 57,8 milhões de votos, representando 55,13% dos votos válidos apurados, impondo ao seu adversário uma derrota por 10,8 milhões de votos, consagrando assim a vitória da ideologia política de direita, sobre a esquerda, no pais inteiro, excetuando-se o Nordeste, região mais penalizada, no decorrer dos 30 anos de mando esquerdista, em especial, nos setores da saúde, educação, segurança pública e emprego.

A vitória do atual presidente era indesejada pela extrema esquerda, pelos intelectuais comunistas, pela quase unanimidade dos artistas globais, jornalistas, cantores, grupos de minorias e outras figurinhas mais que vinham, há muito tempo, beneficiando-se, de forma desavergonhada, do erário, sem qualquer cerimônia.

Seguindo essa onda e atendendo a um eventual plano não republicano para tomar a eleição do Bolsonaro, os institutos de pesquisas assumiram a tarefa de divulgar pesquisas que não se confirmaram na apuração do pleito, cabendo a extrema imprensa massificar tais informações, com o possível propósito de confundir o eleitorado brasileiro, o que não aconteceu.

Tem-se, portanto, que no pleito passado os maiores derrotados nessa guerra política ideológica foram e estão sendo os Institutos de Pesquisas, quando nem mesmo as suas pesquisas de boca de urna se confirmaram, aumentando ainda mais o descrédito dos eleitores a da população em geral para com esses Institutos e para com a extrema imprensa, representada pelo grupo Globo, então gigante das comunicações, seus jornalistas, apresentadores e artistas que, a exemplo dos Institutos de Pesquisas, estão sendo empurrados para uma desmoralizante derrota pondo por terra esses impérios do mal e seus agentes malignos.

NOTAS:

ELEIÇÕES 2022: Luciano mais próximo de Lira, pode deixar o MDB
A presença do Perfeito Luciano Barbosa (MDB), na reunião do PP realizada dia 23/07, com cerca de 45 prefeitos e o Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Marcelo Vitor, comandada pelo Deputado Federal Arthur Lira, está dando o que falar no meio político alagoano, visto que, Barbosa até então estava ausente desses encontros e vinha mantendo frequentes contatos com o Governador Renan Filho (MDB), com o próprio Deputado Lira, Presidente da Câmara dos Deputados e com os deputados federais Paulão (PT) e Sérgio Toledo (PL).
A presença de Barbosa ao evento político do PP, está sendo interpretada como uma sinalização de que o Prefeito de Arapiraca deixará o MDB dos Calheiros, de quem já não é mais amigo, para se filiar, com o seu grupo, ao partido político do Presidente da Câmara, vingando-se, assim, do seu velho líder, coronel do MDB de Alagoas, Renan Calheiros e do seu filho, de quem Barbosa foi vice-governador.

ARAPIRACA: Assessores que atrapalham

A gestão do Prefeito Luciano Barbosa (MDB), ultimamente, tem sido bem divulgada sendo mostradas ao povo as obras em construção, nesse início da sua gestão, destacando-se reformas de escolas, recuperação de vias públicas e a construção do Centro de Convenções, obra há muito tempo reclamada pelos arapiraquenses.
Na contramão dessas boas ações, o prefeito tem assistido seus colaboradores registrarem seus nomes nas páginas policiais, com atos de violência sendo o caso mais recente o do secretário Vytor Ferro, que agrediu um servidor pelo fato do mesmo ter reclamado falta de álcool em gel, no ambiente de trabalho. A agressão do Secretário resultou na abertura de um BO, segundo informação do jornalista Roberto Gonçalves.
Ser manchete nas páginas policiais, acredita-se que não é desejo de nenhum gestor, desta forma, o prefeito Luciano Barbosa deverá exigir, urgentemente, muita calma dos seus colaboradores mais exaltados e determinar que troquem a truculência pelo diálogo e o fino trato.

BRASÍLIA: Capital federal da mentira e dos mistérios
Brasília, centro do poder político, administrativo e judicial do Brasil, é conhecida como a capital federal da mentira, que teve como seu representante maior um ex-presidiário e presidente da república que chegou a confessar, vangloriando-se, ter mentido muito mundo a fora, sobre o seu país. Brasília é também conhecida como cidade dos mistérios, inclusive o mistério da multiplicação de dinheiro público, através da corrupção.
No dia 17/07, um novo e intrigante ministério colocou a capital da república brasileira nas manchetes nacionais e internacionais, tendo como principal protagonista a excêntrica Deputada Federal do MDB-SP, Joice Hasselmann, também conhecida como PEPA, na medida em que a parlamentar amanheceu no apartamento funcional onde mora, toda ensanguentada, com galos na cabeça, queixo machucado e dentes quebrados. Joice, que dorme em quarto separado do marido Daniel, garante de “pés juntos”, que não apanhou do mesmo e, assim, o mistério continua até que a Polícia desvende.

MOTOQUEIROS: Imprudências e acidentes em series

As imprudências, imperícias e irresponsabilidade de um grande número de motoqueiros têm sido responsáveis pelos 7.326 atendimentos feitos pelo Hospital Geral do Estado (HGE) e pelo Hospital de Emergência do Agreste, durante os meses de janeiro a junho deste ano de 2021.
As “barbeiragens” de um número incontável de usuários de motocicletas têm sido registradas diuturnamente, na capital alagoana e em Arapiraca, as duas cidades com o maior número desse tipo de veículo, o que reclama uma campanha urgente e massificada de educação no transito, direcionada a esses condutores, atrelada a uma maior e mais rigorosa fiscalização, por parte dos agentes estaduais e municipais de trânsito.

RENAN: Desgaste do pai pode derrotar o filho
Nas eleições de 2018, o Senador Renan Calheiros (MDB), que se encontrava desgastado politicamente, em decorrência de denúncias de corrupção, tinha ameaçada sua reeleição. Situação diferente, era a do seu filho Renanzinho (MDB), Governador de Alagoas e pleiteante à reeleição. O governador se reelegeu com 77,30% e, como dificuldade, reeleger seu pai, que obteve 23,88% dos votos apurados, cedendo o primeiro para Rodrigo Cunha (PSDB) e quase perdendo para Mauricio Quintella (PR), que ficou a menos de 5% de votos, de Calheiros.
Nas eleições de 2022, Renanzinho deverá se lançar candidato ao Senado e seu pai não vai poder ajuda-lo, como foi ajudado na eleição de 2018. Atualmente, além do grande desgaste do velho coronel da política alagoana, cuja popularidade vem despencado a cada dia, Renanzinho também se encontra desgastado, perdendo correligionários e popularidade, situações que, adicionadas ao desgaste do seu velho pai, poderá inviabilizar o seu sonho político.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade