Alagoas, 21 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
José Firmino Oliveira
Opinião

Blog do Firmino

Por José Firmino Oliveira
OPINIÃO

Luciano Barbosa: candidatura pendente

24/09/2020 19h07 - Atualizado em 25/09/2020 07h07

Vice-governador Luciano Barbosa
Agência BrasilVice-governador Luciano Barbosa

A notícia dando conta de que o Vice-Governador de Alagoas, Luciano Barbosa (MDB), não poderá mais ser candidato a Prefeito de Arapiraca, nas eleições de 15 de novembro vindouro, não condiz com a realidade contida na Decisão do Ministro Mauro Campbell Marques, do TSE, proferida neste dia 24 de setembro do ano em curso.
O início dessa briga interna do MDB, deu-se pelo fato de Luciano Barbosa não aceitar, cordeiramente, a determinação do Governador para que lançasse seu filho Daniel como candidato a Prefeito de Arapiraca e permanecesse na vice-governadoria, garantindo-lhe uma confortável situação quando tiver que se desincompatibilizar para concorrer a uma vaga no Senado Federal, nas eleições de 2022.

Luciano, sabendo que não estava incluído no projeto político futuro do jovem cacique emedebista, rebelou-se contra sua engenharia política e, combinado com o Deputado Ricardo Nezinho (MDB), lançou-se candidato a Prefeito fato que, em se dando sua eleição terá ele que renunciar à vice-governadoria para assumir a Prefeitura, surgindo daí a se ter a possibilidade do Governador do Estado vir a ser o Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Marcelo Vitor, com a desincompatibilização do Governador Renan Filho.

Designada a Convenção Partidária pelo Diretório do MDB de Arapiraca, para o dia 15/09/2020, com a finalidade de escolher o nome de Luciano Barbosa e sua vice, para concorrer à Prefeitura municipal, o Diretório Estadual do Partido cancelou essa convenção, cancelamento esse que foi referendado pelo Diretório Nacional do MDB, tornando sem validade a escolha de Luciano Barbosa e sua vice, nessa Convenção.

Diante desses fatos Luciano impetrou Mandado de Segurança junto ao TSE, pedindo, inclusive em sede de Liminar, que a convenção do dia 15/09, que escolheu o seu nome e o nome da candidata a vice-prefeita na sua chapa, seja mantida, declarando-se a nulidade da resolução do Diretório Estadual que a cancelou e do ato praticado pelo Presidente do Diretório Nacional do  MDB, que ratificou esse cancelamento.

A relatoria do MS foi distribuída para o Ministro Mauro Campbell Marques que, nesse primeiro momento julgou apenas o pedido de concessão da liminar, indeferindo-o sob a fundamentação de que Luciano, desde o dia 15/09, tinha conhecimento do cancelamento da convenção que o indicou para concorrer a Prefeito de Arapiraca, bem como, da data marca para a realização de uma nova convenção, dia 16/09, e somente no dia 16, às 15h 32min,
protocolizou o Mandado de Segurança em questão, tornando insustentável a sua alegação de perigo da demora. 

Por fim, o Ministro determinou a notificação dos interessados, com urgência, dando andamento na tramitação do Manado de Segurança em vitrine, que deverá ter o seu mérito julgado pela Corte e, como a decisão mencionada apenas indeferiu a liminar pleiteada por Barbosa, sua candidatura continuará pendente até a decisão final desse Processo.

É de se chamar a tenção para o fato de que cabe recurso, tanto dessa decisão que negou a Liminar, quanto de qualquer outra decisão prolatada nesse Mandado de Segurança, o que significa dizer que a resposta sobre a validade ou não da candidatura de Luciano a Prefeito de Arapiraca, vai demandar ainda um tempo razoável para se ter a resposta final.

Notas

ARAPIRACA: Eleição sem Luciano 

Caso a candidatura de Luciano Barbosa (MDB), a Prefeito de Arapiraca, não seja confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral, a eleição de 15 de novembro deverá se polarizar entre a Prefeita Fabiana Pessoa (Republicanos) e o Deputado Estadual Tarcizo Freire (Progressistas). Ganhará a eleição quem conseguir conquistar os votos que seriam dados a Barbosa, tornando-se uma tarefa mais fácil para quem receber o apoio do Vice-Governador Luciano e do Deputado Estadual Ricardo Nezinho, também do MDB. Os dois são, atualmente, as duas maiores expressões eleitorais de Arapiraca. 

LIRA: Candidatura dos seus sonhos 

O Deputado Federal Artur Lira (PP), líder do Centrão e o principal porta voz do Presidente Jair Bolsonaro em Alagoas, não esconde de ninguém que a candidatura dos seus sonhos a prefeito de Arapiraca é a de Luciano Barbosa. O fato é que, Barbosa sendo eleito, terá que renunciar a vice- governadoria para assumir a Prefeitura e, no caso de uma eventual renúncia de Renan Filho, para ser candidato a Senador, assumirá o Governo do Estado o Deputado Estadual Marcelo Vitor, seu aliado e peça fundamental no seu projeto político de 2022. 

LIRA: Plano “B” em execução 

Sem Luciano na disputa pela Prefeitura do segundo maior colégio eleitoral de Alagoas, Lira deverá apoiar à candidatura da Prefeita Fabiana Pessoa, cujo vice Santiago da Farmácia, foi sugerido pelo Deputado Artur Lira, sugestão que foi acatada pela Prefeita Fabiana e seu marido Severino Pessoa, colega de Artur Lira, na Câmara Federal. 

CANAFÍSTULA: Ruas abandonadas 

O bairro de Canafístula, um dos mais populosos de Arapiraca, há muitos anos vem sofrendo com o pouco interesse dos Prefeitos arapiraquenses, com seus habitantes vivendo quase que abandonados pelo Poder Público. Uma velha reclamação, até o momento não solucionada, é a situação em que se encontra a Rua Lucio Vital, que é um dos principais acessos àquele Bairro. São cerca de 300 metros que há anos espera por pavimentação. A população de Canafístula ficará muito agradecida a Prefeita Fabiana se alguma providencia for tomada para deixar aquela via pública transitável. 

CÉLIA: Apenas nos bastidores 

A ex-prefeita Célia Rocha, continua se mantendo silente em relação ao pleito de novembro vindouro em Arapiraca, sabe-se, entretanto, que Célia foi a responsável pela viabilização de um encontro que se diz ter havido entre o Senador Fernando Collor e Luciano Barbosa, cujo real nascimento para a política deve a Celia, que o fez Secretario do Munícipio e o elegeu Prefeito de Arapiraca, no seu Primeiro Mandato. Desta forma, conclui-se que o silencio de Celia é apenas para o público, nos bastidores ela está falante.

ARAPIRACA: Vida que segue 

Com a liberação, ainda parcial, para as pessoas circularem nas ruas de Arapiraca e abrirem as portas dos seus estabelecimentos comerciais, a vida neste município e nos munícios circunvizinhos está voltando, com forma, ao normal. Espera-se que com essas intensa movimentação e praticamente o fim do isolamento, o Coronavírus não venha a fazer mais vítimas fatais na região.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade