Alagoas, 27 de outubro de 2020 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
José Firmino Oliveira
Opinião

Blog do Firmino

Por José Firmino Oliveira
LUCIANO X RENAN

O que tem por trás da briga?

José Firmino Oliveira

20/09/2020 08h08 - Atualizado em 20/09/2020 17h05

Vice-governador Luciano Barbosa e o senador Renan Calheiros
DivulgaçãoVice-governador Luciano Barbosa e o senador Renan Calheiros

A exposição em público das vísceras do MDB arapiraquense, que tem como contendores o vice- governador Luciano Barbosa e o senador Renan Calheiros, é uma briga de força entre a CRIA e o CRIADOR, já que Luciano na fase inicial da sua vida adulta na política, foi adotado por Renan que o fez ministro e o fez vice-governador de Alagoas por dois mandatos, traz, além da disputa pelo comando da Prefeitura de Arapiraca, muita coisa camuflada que ainda não veio à luz. 

O que parece na verdade é que, o que realmente está em jogo nessa briga que tem Arapiraca como ringue, são dois grandes projetos de poder político, encabeçados pelas duas atuais maiores forças políticas alagoanas, que têm como lideres o senador Renan Calheiros, que luta para não perder o seu poder de mando, e o deputado federal Arthur Lira, que busca ocupar o espaço que está sob o domínio dos Calheiros, já há alguns anos. 

Dentro dessa plataforma, Luciano é peça fundamental para viabilizar um desses projetos, daí a briga dos Calheiros para mantê-lo como vice-governador, viabilizando a eleição de Renan Filho para o Senado em 2022, pois assim Renan contará com o apoio da máquina pública estadual. Nessa engenharia política é possível que entre o senador Fernando Collor, com o seu PROS, sendo candidato ao governo do estado, numa dobradinha com Renan Filho para o Senado Federal. 

Por sua vez, a importância de Barbosa é ainda maior para o grupo político de Arthur Lira, visto que eleito prefeito de Arapiraca, terá que renunciar para assumir a vice-governadoria e, com a desvinculação de Renan Filho, para se candidatar a uma vaga no Senado, assumirá a chefia do Poder Executivo o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Vitor, aliado político de Lira. 

Vitor, dentro do prazo e na forma estabelecida no art. 104, da Constituição Alagoana, convocará eleições indiretas para o preenchimento das vagas de governador e vice, quando deverá ser eleito governador, pela Assembleia Legislativa, o já prefeito da Barra de São Miguel Benedito de Lira, que disputará sua reeleição de Governador em 2022, fazendo dobradinha com seu filho Arthur, candidato ao Senado Federal e, pelo que se apresenta, Luciano está voltado a fazer parte do ousado projeto político dos Lira, abandonando de vez os Calheiros.

NOTAS

PALANQUE PARA BOLSONARO

Uma das motivações que pode estar alimentando a briga interna no MDB de Arapiraca, pode ser por conta da possibilidade de, com a eleição de Luciano Barbosa, com o apoio do Deputado Artur Lira, aliado de Jair Bolsonaro, se estará eventualmente armando um forte palanque político para o Presidente Bolsonaro no pleito de 2022, quando estará disputando sua reeleição. 

COBRANÇAS INDEVIDAS

A Prefeita de Arapiraca Fabiana Pessoa (Republicanos), tem sido criticada por não está pavimentando algumas ruas que se encontram há muito tempo praticamente interditadas e por muitos outros serviços públicos reclamados pela população. Como se sabe, Fabiana está a pouco tempo no comando da gestão municipal, tempo insuficiente prestar o serviço público desejado por todos os munícipes. Desta forma, as críticas devem se transformar em pleitos, quanto às cobranças, são elas indevidas neste momento da sua gestão.

QUAL SERÁ A DO FREIRE

Uma incógnita relacionada com um dos 7 candidatos a prefeito de Arapiraca no pleito de novembro, diz respeito ao candidato Tarciso Freire (PP). É que o projeto político do Deputado Artur Lira, comandante geral do PP em Alagoas, tem como prioridade a eleição de Luciano Barbosa (MDB). Caso Barbosa seja candidato, Lira tem como plano “B”, a eleição de Fabiana Pessoa (Republicanos). Vê-se assim que Freire está fora do projeto de Lira e isso poderá leva-lo a se afastar do pleito ou se continuar candidato deverá fazer corpo mole para não atrapalhar Luciano ou Fabiana, se somente o plano “B” for viabilizado. 

LUCIANO X VELHO RENAN 

Essa briga entre Luciano e o velho Renan, envolvendo o MDB de Arapiraca, é uma contenda intrapartidária cuja solução está a cargo do próprio MDB, nas suas instâncias superiores, isto é o que estabelece a Constituição Federal no art. 5º, alínea LV, a Lei Nº 9.504/97 e a Resolução 23.609/2019. Uma eventual judicialização visando a não aceitação da decisão tomada pela instancia superior do Partido, deverá ser proposta na Justiça Comum e não na Justiça Eleitoral, salvo melhor juízo. 

UM BOM VICE

Das 7 candidaturas anunciadas, apenas um Partido Político, o Republicanos, apresentou um fato novo, que foi o nome do empresário arapiraquense Everton Santiago Maia, do PSL, para compor sua chapa majoritária, na condição de candidato a Vice-Prefeito, com Fabiana Pessoa, na cabeça. Santiago deverá contribuir muito com a chapa do Republicanos, visto ser o nome com o menor índice de rejeição, ter bom transito no meio político e ser reconhecidamente um grande pacificador. Na verdade, um bom vice. 

O SILÊNCIO DO NEZINHO

Quem saiu completamente de cena, diante dessa briga do Luciano com os Calheiros, Pai e Filho, foi o Deputado Ricardo Nezinho (MDB). Nezinho, sempre solicito com a imprensa e muito cortês e educado com os amigos, desligou o telefone e deixou de frequentar os lugares que regularmente sempre frequentou, causando estranheza para todos. O fato é que, caso Nezinho seja o candidato do MDB a prefeito de Arapiraca, sua votação será muito prejudicada por essa briga interna entre caciques do seu partido. 

POLARIZAÇÃO

Mesmo com a incerteza que paira sobre o lançamento de um candidato a prefeito de Arapiraca, pelo MDB, o pleito de novembro vindouro deverá mesmo se polarizar entre o Republicanos/PSL, com Fabiana e Santiago e o MDB com Ricardo Nezinho ou Luciano Barbosa. Correndo por fora estarão Tarciso Freire, caso mantenha sua candidatura, e Gilvânia Barros, do Cidadania.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade