Alagoas, 23 de abril de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Fátima Vasconcellos
Opinião

Blog da Fátima Vasconcellos

Por Fátima Vasconcellos
OPINIÃO

O debate compensa

Fátima Vasconcellos

13/11/2020 09h09

Urna eletrônica
DivulgaçãoUrna eletrônica

Fora do domínio dos marketeiros, os candidatos a prefeito de Maceió deixaram expostos aos olhos dos eleitores as fragilidades que carregam no DNA, e que podem causar efeitos drásticos para nossa linda capital e todos nós, ilustres habitantes.

A escolha por um deles, evidentemente, também revela nosso perfil eleitoral. Se filtrarmos para o segundo turno dois dos piores, significa que o maceioense continua com pouca capacidade de discernimento, sem conseguir enxergar quem de fato representa uma chance para Maceió avançar. No primeiro turno é imperativo ‘peneirar’ os dois que reúnem maior chance de cumprir o que 92% da população deseja: mudança. 

É incoerente, portanto, as pesquisas pontuarem justamente quem tá longe de atender esse quesito. Quem tá mentindo? Os eleitores ou as pesquisas? Temos aí a primeira dúvida. Impossível desejar mudança apostando na estagnação. Algo há de errado. É urgente levar lucidez e bom senso às urnas. O debate intenciona acender a luz nessa direção. Parabéns aos que tiveram a iniciativa de promovê-los. Se tivesse havido mais, certamente o resultado das pesquisas seria outro. 

No de ontem, pela TV Mar, o que vimos foi a derrubada da máscara usada por cada um dos três primeiros colocados. Eles apontaram os ‘podres’ uns dos outros. Pra ajudar a farsa a cair ainda mais, os candidatos menos pontuados também escancararam fatos comprometedores da moral dos ‘favoritos’. Assim, sem a ação de marketeiros, um pouco da verdadeira foi sendo revelada, entre reação de cinismo e leve tensão passageira. Mas os chamados ‘nanicos’ (que aliás são gigantes) também souberam aproveitar o tempo para explicar o que pretendem fazer. 

Entre eles, foi possível perceber quem tem o perfil mais próximo do ideal para comandar a cidade, por apresentar coerência entre discurso e prática. Quer mudança? Então a primeira atitude assertiva é rejeitar os três de maior visibilidade. Arrisque sem medo no novo. Quantas vezes você se deu mal por manter as coisas na velha ordem em que estão? Voto perdido é aquele que gera estagnação. Se você levar uma opção nova para o segundo turno tudo pode melhorar.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade