Alagoas, 23 de setembro de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Fátima Vasconcellos
Opinião

Blog da Fátima Vasconcellos

Por Fátima Vasconcellos
HOMENAGEM

Perdão às mães

Fátima Vasconcellos

08/05/2020 20h08 - Atualizado em 08/05/2020 20h08

Tire a mãe da cruz, liberte-a. Se a raiva persiste, substitua pelo perdão
DivulgaçãoTire a mãe da cruz, liberte-a. Se a raiva persiste, substitua pelo perdão

O melhor presente que uma mãe pode receber é o perdão do filho magoado. E ainda que ela tenha de fato causado raiva um dia, não merece ficar crucificada para sempre, cravejada de culpas. Tire a mãe da cruz, liberte-a. Se a raiva persiste, substitua pelo perdão.

Na maioria das vezes, a mágoa decorre de motivos aparentemente tolos, mas que foram maximizados, basta ver, por exemplo, que todo filho é exigente com o amor da mãe - muitos sentem que não receberam o bastante, alimentando queixas e ciúmes. 

Fato é que mães também erram: são humanas. A maioria dá o seu melhor. Nada justifica cultivar por ela um rancor vitalício, mesmo aquela que nunca foi bom exemplo. Cresceu? Amadureceu? Evoluiu? Então supere! Comece transformando raiva em compaixão. Imagine que motivos ela teve para desencadear, sem querer, a sua dor. 

Esse exercício ajuda a elaborar o perdão, o acolhimento, a compaixão, o afeto, e ...transitando nessa sinergia ... você vai se aproximar, enfim, da melhor versão da sua mãe, e do amor incondicional entre mãe e filho (a). Quem perdoa é mais beneficiado do que quem recebe. A vida flui com leveza, ganha um salto de qualidade. Experimente e tenha o melhor Dia das Mães da sua vida. Ou o início de uma série de melhores dias.


Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade