Alagoas, 12 de julho de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Elias Fragoso
Opinião

Artigos de Elias Fragoso

Por Elias Fragoso
reflexão

Coronavírus: 50 mil vítimas do descaso dos governos e governantes

Elias Fragoso

20/06/2020 08h08

Brasil beira os 50 mil mortos por Covid-19
DivulgaçãoBrasil beira os 50 mil mortos por Covid-19

O economista e colunista do EXTRA, Elias Fragoso, faz uma reflexão sobre o número de mortos pela Covid-19 no território brasileiro. Na sexta-feira, 19, o país bateu a marca de 1 milhão de casos confirmados, chegando a 1.032.913 confirmações. 

E, até o momento, o Brasil contabiliza 48.954 óbitos em função da pandemia do novo Coronavírus. Só em Alagoas, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), são 26.906 casos confirmados e 848 óbitos.

Confira o artigo 

50 mil 

50 mil óbitos, a grande maioria desnecessários.

50 mil pessoas que se foram. Antes do seu tempo...

50 mil seres humanos, bisavós, avós, pais, mães, filhos, sobrinhos, amigos...

50 mil famílias destroçadas pelo inopinado.

50 mil vítimas do descaso dos governos e governantes. 

E onde está o ex-ministério da saúde, negacionista, cloroquinista, defensor de teses esdrúxulas que somente 4 outros ditadores mundo afora defendem?

50 mil vidas, desejos, amores, sonhos, problemas que foram jogados à cova rasa.

50 mil cidadãos, boa parte mortos sem sequer ter direito a um mísero respirador ou a um leito de UTI.

50 mil mortes torturantes, sufocantes, desesperantes, mesmo para os sedados ou assistidos.

50 mil impossibilidades. Não mais encontros, festas, aniversários, o carinho dos seus, brigas.

50 mil saudades que só o tempo irá ajudar a diminuir, mas que não fará esquecer a tragédia.

E onde está o presidente negacionista? O da gripezinha, o do infame e daí? o do não menos infame sinto muito balbuciado entre dentes e falsamente?

50 mil chances para o brasileiro que está vivo repensar o que está fazendo com o seu voto.

50 mil chances para os cidadãos de bem do país se unirem de verdade contra os malfeitores da política, os néscios e mentirosos que lhes aparecem a cada 4 anos.

50 mil chances para se começar a fazer diferente. A fazer a diferença.

50 mil possibilidades para fazer certo, a partir dos erros que foram e estão sendo cometidos.

50 mil ocasiões para reagirmos a corrupção, ao crime organizado, as falcatruas, as milícias policiais, às mentiras da esquerda e da direita. Às drogas que ameaça a todos e a vida dos mais jovens.

50 mil saudades.

50 mil adeus...

E nós, passivos diante de tanto descalabro, ausentes em reagir contra os atentados a nossa dignidade, à nossa cidadania, contra a roubalheira desenfreada que continua, os conchavos e apadrinhamentos que torna tudo cinza e opaco para o futuro da Nação e retira dos nossos filhos e netos a chance de viver num país melhor? 

Precisam ser quantos óbitos afinal?

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade