Alagoas, 21 de novembro de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Paulo Nicholas
Opinião

Artigo Paulo Nicholas

Por Paulo Nicholas

Noites insones

09/07/2019 12h12

Olhos abertos. Mesmo que por trás das pálpebras fechadas, eles estão abertos. O corpo pede descanso, a mente clama por uma folga, o coração implora. Mas os olhos continuam lá, abertos, ativos, insones. Como se fosse o meio do dia, eles nem por um momento pensam em ceder à nossa vontade, ou mesmo necessidade, de dormir. De pronto já pensamos: noite insone.
Por vezes, sem motivo algum, outras noites o motivo pode ser um rápido pensamento que pincelou a mente no decorrer do dia, uma hipótese sem importância alguma te leva para um turbilhão de outras ideias tão sem nexo que te faz rir no dia seguinte. Outras noites, remoer, remoer e remoer uma raiva, um rancor, uma mágoa ou uma lembrança triste. Se indignar e desejar tudo de ruim àquele ou a aquilo que te tirou a paz selada, a duras penas, com o travesseiro.
O travesseiro, sim! Como esquecer desse companheiro que molda o dia a dia de acordo com nosso relacionamento com ele. Há noites em que a “conversa” com ele não flui e, apenas por isso, os olhos se negam a se desvencilhar da mente e nos entregar um descanso digno e caprichosamente nos delegando o merecido sono apenas no raiar do sol, quando chega a hora de levantar e iniciar uma nova batalha diária.
O engraçado é que o maior culpado da noite insone é a própria mente, sagaz em nos pregar peças. Sabemos tanto disso que, no fundo, no dia seguinte, temos raiva de nós mesmos por termos perdido aquela desejada noite de descanso que estava lá. E que agora passou.
Não há causa para a noite insone que não esteja nos recantos de nossa mente, motivo pelo qual também não há cura definitiva. É um fardo da espécie humana (nenhum outro animal tem insônia) ligado à consciência. Existem tratamentos e medicamentos que nos induzem, que nos relaxam ou que nos deixam mais “zen” e, assim, nos permitem dormir, mas não há nada igual ao sono natural, o verdadeiro descanso restaurador do corpo e da mente.
Nos resta apenas o conforto ou a frustração de saber que, no dia seguinte, você precisava mais do sono do que do sentimento que te deixou insone. E é por isso que a grande luta contra a noite insone é a paz de espírito. Estar bem consigo mesmo e com os que os cercam é quase uma dádiva. Pois por maior, mais rica ou poderosa que seja a pessoa, todos nós precisamos de uma bela noite de sono.
Cuidado com o que deseja, pese se vale a pena ter que pagar o preço em noites insones.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade