Alagoas, 15 de agosto de 2022 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CÂMARA

Lira diz que reforma administrativa pode ser votada neste mandato

Giordanna Neves e Iander Porcella/Agência Estado

04/08/2022 17h05

Lira diz que reforma administrativa está pronta para ir ao Plenário
Agência CâmaraLira diz que reforma administrativa está pronta para ir ao Plenário

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP) AL), afirmou nesta quinta-feira, 4, que a reforma administrativa está pronta para ser debatida no Plenário da Casa e pode ser votada neste mandato ou mesmo no próximo, diante do cenário eleitoral acirrado. O líder destacou que, independentemente do candidato eleito no ano que vem, a discussão sobre reformas será mantida nas casas legislativas.

"Precisamos terminar a reforma administrativa para tornar o Estado mais leve, mais previsível nas suas contas", disse Lira durante participação no evento Expert XP 2022, reforçando que a proposta é imprescindível. O presidente da Câmara reforçou que a medida beneficiaria todos os setores que produzem riqueza no País.

Lira destacou que nenhuma matéria econômica ou estruturante deixará de ter Congresso Nacional como principal fiador. Disse ainda acreditar que as casas legislativas continuarão com perfil liberal e de centro-direita.

"Confio muito que o Congresso Nacional continuará liberal e de centro-direita. E que nenhuma decisão, seja econômica ou política, seja tomada unilateralmente por um candidato A ou B. Não vai ter salvador da Pátria ou destruidor da Pátria", disse ele.

Apesar da crise econômica agravada pela pandemia e pelo cenário internacional, Lira afirmou que o Brasil mostra caminho de crescimento, na contramão do resto do mundo, e que a previsão de aumento do PIB no País está acima da média.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade