Alagoas, 24 de outubro de 2021 25º min 30º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
TÉO HIGINO

Sobrinho de prefeito acusado de corrupção toma posse em Campo Grande

Novo gestor venceu a eleição suplementar realizada no dia 12 de setembro

Redação

12/10/2021 08h08

Teo Higino
DivulgaçãoTeo Higino

Tomou posse nesta segunda-feira, 11, o prefeito e o vice- prefeito eleito de Campo Grande, Téo Higino e Pimenta. Ambos venceram a eleição suplementar, realizada no dia 12 de setembro, com 3.270 votos, o que equivalente a 49,83% do total.

Durante a apuração das urnas, o candidato Cícero Pinheiro (MDB) estava ganhando, fato que chegou a ser noticiado pela imprensa com direito a discurso do suposto vencedor. No entanto, Higino passou na frente vencendo por apenas 9 votos.

Téo Higino é sobrinho de Arnaldo Higino, ex-prefeito acusado de corrupção. Conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), 8.400 eleitores estavam aptos para votar no município.

O motivo da eleição suplementar foi indeferimento do registro de candidatura de Arnaldo Higino (PP), condenado por improbidade administrativa. Ele teve as contas referentes ao exercício de cargos, ou funções públicas, rejeitados pelo Tribunal de Contas, devido a irregularidades.

Higino também responde a um processo de inelegibilidade por revezamento na disputa das prefeituras de Campo Grande e Olho D’Água Grande, junto com sua esposa, Suzy Higino.

Desde a cassação da chada de Arnaldo Higino, a presidente da Câmara Municipal, vereadora Josefa Barbosa, comandou a prefeitura até a realização da eleição suplementar em 12 de setembro.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade