Alagoas, 26 de julho de 2021 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CRIME DE RIO LARGO

Vice-prefeita é investigada como possível mandante

Último telefonema de Kleber Malaquias antes de morrer foi para Cristina Gonçalves e pode esclarecer motivo do assassinato

Redação

17/07/2021 07h07 - Atualizado em 17/07/2021 07h07 - Edição 1127

Cristina Gonçalves, vice-prefeita e primeira-dama de Rio Largo
DivulgaçãoCristina Gonçalves, vice-prefeita e primeira-dama de Rio Largo

A última ligação telefônica do empresário Kleber Malaquias, horas antes de ser assassinado no dia 15 de julho do ano passado, foi para a primeira-dama e vice-prefeita de Rio Largo, Cristina Gonçalves. A tensa conversa entre os dois, recuperada após perícia no aparelho celular de Malaquias, tratava sobre dinheiro. O empresário cobrava a quantia de R$ 30 mil, valor referente a uma suposta prestação de assessoria política.

Pessoas próximas da família Gonçalves, no entanto, classificavam a atitude de Malaquias como um ato de extorsão. Esta semana, o EXTRA obteve informações exclusivas sobre o inquérito, que entrou na fase final das investigações. A conversa telefônica entre Kleber e a primeira-dama - cujo nome de batismo é Maria Cristina Cordeiro da Silva -, foi presenciada pelo sargento da Polícia Militar José Mário de Lima Silva, na loja de conveniência de um posto de combustível localizado em frente ao Aeroporto Zumbi dos Palmares. 

O empresário também estava acompanhado por Edinaldo Estevão de Lima, conhecido como Galeguinho do Som, que trabalha como motorista e locutor de carro de som. O sargento Mário e Edinaldo Estevão foram presos há cerca de um mês, acusados de envolvimento na morte de Malaquias.

Leia na íntegra no EXTRA ALAGOAS nas bancas!


Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade