Alagoas, 16 de abril de 2021 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
LAVA-JATO

Renan Calheiros e Arthur Lira comemoram suspeição de Sergio Moro

José Fernando Martins

24/03/2021 08h08

Arthur Lira e Renan Calheiros
DivulgaçãoArthur Lira e Renan Calheiros

A ministra Cármen Lúcia, na tarde desta terça-feira, 23, mudou seu voto e o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou o ex-juiz Sergio Moro parcial no caso do tríplex do Guarujá envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Após a mudança de voto da ministra, alguns nomes da política alagoana comemoraram a decisão do Supremo nas redes sociais. O senador Renan Calheiros (MDB-AL) disse que "a justiça está sendo feita" e que "Moro e seus parceiros, como Deltan Dallagnol, merecem cadeia".

O aliado de Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara Federal Arthur Lira também comemorou. "Lava-Jato jamais vai merecer o perdão da História’, afirmou  Lira após Sergio Moro ser considerado parcial pelo STF. 

"O Estado Policial, para o qual a Lava Jato descambou em certos momentos, lamentavelmente, com suas parcialidades, seletividade e perseguições jamais poderão merecer o perdão da História", disse. 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade