Alagoas, 23 de outubro de 2020 25º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
pilar

Prefeito é alvo de inquérito por aglomerar pessoas em evento político

José Fernando Martins

29/09/2020 09h09 - Atualizado em 29/09/2020 10h10

Foto foi anexada no processo como prova
InstagramFoto foi anexada no processo como prova

O prefeito de Pilar, Renato Rezende Rocha Filho, está sendo alvo de inquérito instaurado pelo Ministério Público do Estado (MPE). Ele é acusado de aglomerar pessoas em eventos partidários em plena pandemia da covid-19. O processo tem como base fotos publicadas pelo gestor nas redes sociais.

Conforme portaria publicada nesta terça-feira, 29, no Diário Oficial do MPE, o promotor Sílvio Azevedo Sampaio, entre outros pedidos, requisitou à Secretaria de Saúde de Pilar informações atualizadas acerca do boletim epidemiológico do novo coronavírus com número de casos e mortes. 

Para Sampaio, Renato Filho pode ter praticado ato de improbidade administrativa. Isso porque, de acordo com lei que visa o combate à covid-19, o descumprimento de medidas de prevenção, como a aglomeração, pode acarretar responsabilização do agente, nos termos previstos em lei.

 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade