Alagoas, 24 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
HOJE

Renan Calheiros tem alta hospitalar após tratamento de tumor no rim

Redação com R7

20/09/2020 16h04

Renan Calheiros retirou um tumor no rim
Agência BrasilRenan Calheiros retirou um tumor no rim

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) teve alta do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, neste domingo (20). Ele foi internado na última segunda-feira (14) para retirar um tumor no rim. Calheiros foi diagnosticado com um nódulo subcutâneo benigno.

Foi o próprio senador quem avisou sobre o procedimento em sua conta na rede social Twitter. O paciente foi acompanhado pelos médicos Roberto Kalil, Tulio Pfiffer, Diogo Bastos e Raul Cutait.

Antes de fazer a cirurgia, Calheiros divulgou em suas redes sociais um vídeo, gravado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, sugerindo que a formação dos tumores nele diagnosticados, durante exames de rotina, são consequência das aflições sofridas em razão de denúncias que classificou de “verdadeira tortura”.

Internado desde quarta-feira (9), Calheiros foi submetido para retirada de um nódulo de 1,6cm , segundo ele mesmo descreve no vídeo, mas terá de se submeter a uma segunda retirada de tumor na região dos glúteos. 

“Mesmo assim, a qualquer momento, podem surgir novos absurdos que vão causando danos à minha saúde física e mental. Ano a ano, mês a mês, é uma verdadeira tortura. Falo do hospital exatamente para deixar este registro histórico dos tempos sombrios que vivemos”, afirmou. 

Ele contou, durante o vídeo, que “ontem mesmo” (segunda-feira, 14), “saindo da cirurgia, fui instado a responder pela décima vez a uma denúncia improcedente, nascida de juma delação em que todos os delatores negaram a imputação inicial”.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade