Alagoas, 21 de setembro de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
SEM PRORROGAÇÃO

Bolsonaro afirma quez Auxílio Emergencial será extinto após dezembro

Metrópole

11/09/2020 13h01

Bolsonaro disse em live que não haverá prorrogação do benefício para 2021
Agência BrasilBolsonaro disse em live que não haverá prorrogação do benefício para 2021

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, ontem, durante sua live semanal nas redes sociais, que o auxílio emergencial, benefício pago a trabalhadores informais afetados pela pandemia do coronavírus, não será prorrogado após dezembro, ou seja para 2021.

No início do mês, durante pronunciamento à imprensa, Bolsonaro anunciou a prorrogação do benefício por mais quatro meses, para durar até dezembro, porém no valor de R$ 300 cada parcela. Antes, as parcelas eram no valor de R$ 600 (leia mais abaixo).

““A gente lamenta o auxílio emergencial que era para durar três meses [de abril a junho]. Prorrogamos por mais dois meses [julho e agosto]. Criamos outro auxilio de R$ 300 [setembro a dezembro]. Não é porque eu quero pagar menos, não. O Brasil não pode mais se endividar. Não vai ter nova prorrogação. O endividamento cresce e o Brasil perde confiança. Não quero culpar ninguém, mas vão pedir auxílio para quem tirou seu emprego, quem disse ‘fique em casa'”, disse o presidente.

O novo texto do auxílio emergencial proíbe que alguns dependentes recebam o benefício. Detentos em regime fechado e residentes no exterior – que chegaram a receber parcelas de R$ 600 antes de serem excluídos do programa – também não terão direito.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade