Alagoas, 21 de novembro de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
DE PERNAS BAMBAS

Crise no PSL compromete projeto do partido em Alagoas

Gabriel Mousinho - Colunista do EXTRA

18/10/2019 10h10

Presidente Jair Bolsonaro, quando deputado, entre os filhos Eduardo e Flávio, hoje senador
DivulgaçãoPresidente Jair Bolsonaro, quando deputado, entre os filhos Eduardo e Flávio, hoje senador

O PSL alagoano deve estar com a mão na cabeça se o presidente Jair Bolsonaro, pressionado, deixar o partido. Isso iria prejudicar candidaturas a partir das eleições do próximo ano, já que o PSL pensa seriamente em disputar a Prefeitura de Maceió.

A incerteza que ronda o partido em Brasília e as desavenças entre integrantes da Câmara e do Senado demonstram uma turbulência partidária que pode evoluir nos próximos dias. Os reflexos, por exemplo, seriam grandes em Alagoas.

Embora ninguém tenha comentado o assunto até o momento, o PSL vê com reservas esse conflito na capital federal, o que pode comprometer o projeto do partido em tentar voos maiores na política alagoana.

O presidente Jair Bolsonaro, como todos sabem, foi o maior puxador de votos nas últimas eleições e o responsável direto pela vitória de alguns dos seus integrantes em Alagoas. Se deixar o PSL, já que os confrontos só fazem aumentar, os seus seguidores serão obrigados a fazer novos planejamentos para o futuro, o que não é nada fácil para a sobrevivência política.

Confira na íntegra no EXTRA ALAGOAS nas bancas!

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade