Alagoas, 21 de novembro de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CONGRESSO EM FOCO

Fernando Collor e Renan Calheiros ficam fora do prêmio de "Melhores Senadores"

Bruno Fernandes

21/06/2019 15h03 - Atualizado em 21/06/2019 15h03

Collor e Renan foram considerados inaptos para disputar o prêmio
DivulgaçãoCollor e Renan foram considerados inaptos para disputar o prêmio

Foi anunciado na segunda-feira, 17, a lista dos parlamentares aptos a disputar o Prêmio Congresso em Foco 2019. São congressistas que não respondem a acusações criminais e que exerceram o mandato por ao menos 60 dias na atual legislatura.

Conforme o regulamento, somente aqueles que preenchem esses dois requisitos poderão concorrer nas categorias gerais (“Melhores Deputados” e “Melhores Senadores”) da premiação mais importante da política brasileira.

Em Alagoas, os senadores Fernando Collor (PROS) e Renan Calheiros (MDB) não poderão disputar o prêmio. Vale ressaltar que o ex-presidente da República pediu licença de 122 dias, sendo dois por motivo de saúde e o restante por razões particulares em abril deste ano.

O senador Rodrigo Cunha (MDB) e os deputados JHC (PSB) Marx Beltrão (PSD) Nivaldo Albuquerque (PTB) Paulão (PT) Sergio Toledo (PL) e Tereza Nelma (PSDB) participam da disputa. A lista completa com os parlamentares de todo Brasil pode ser conferida no site Congresso em Foco.

Uma lista preliminar esteve sob consulta entre os dias 27 de maio e 10 de junho para eventuais contestações dos parlamentares que não constavam da relação. Ou seja, aqueles que são alvos de investigação, de acordo com levantamento feito pelo Congresso em Foco. O Prêmio Congresso em Foco 2019, lançado oficialmente no último dia 14 de maio,=

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade