Alagoas, 07 de dezembro de 2019 25º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
DECLARAÇÃO

"Não foi por falta de aviso", diz Renan sobre suspeitas contra Moro

Bruno Fernandes

10/06/2019 14h02

Senador Renan Calheiros. Foto: Dida Sampaio / Estadão
Senador Renan Calheiros. Foto: Dida Sampaio / Estadão

O senador Renan Calheiros (MDB) criticou na tarde desta segunda-feira, 10, o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro. Por meio de seu Twitter, o parlamentar comentou sobre a polêmica envolvendo o ex-juiz da operação Lava-Jato e o procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol.

Calheiros definiu o conteúdo das conversas privadas entre o então juiz Sérgio Moro e Deltan como uma "conspiração de juízes e procuradores da Lava-Jato em nome de projeto de poder, com danos irreversíveis à democracia", ainda segundo o senador, “não foi por falta de aviso”.

Em outro post, Calheiros lembrou que já havia alertado sobre o tema e ingressado no Conselho Nacional do Ministério Público. "Os sinais eram claros”, disse.

Ele cobrou que, além do atual ministro da Justiça, sejam investigados também a juíza Gabriela Hardt, os procuradores Dallagnol, Rodrigo Janot e outros, lembrando, por fim, a necessidade de aprovação da Lei de Abuso de Autoridade.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade