Alagoas, 22 de setembro de 2020 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Eleições

Pesquisa mostra Rui com 43% dos votos e larga vantagem sobre Ronaldo Lessa

Instituto Exatta mostra crescimento do tucano e confirma segundo turno nas eleições da capital

05/09/2012 19h07

Pesquisa mostra Rui com 43% dos votos e larga vantagem sobre Ronaldo Lessa

O deputado federal Rui Palmeira (PSDB) cresceu na disputa pela prefeitura de Maceió e agora tem vantagem de 19 pontos percentuais sobre o segundo colocado, o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT). Os dados são de pesquisa realizada pelo Instituto Exatta, contratado pela TV Pajuçara. Se o avanço continuar, a eleição da capital tem grandes chances de não ir sequer para o segundo turno.

De acordo com a pesquisa, Palmeira tem 43% das intenções de votos em Maceió, contra 24% de Lessa. O tucano cresceu 13% em relação às duas últimas pesquisas, realizadas pelo mesmo Instituto Exatta e pelo Ibope e divulgadas em agosto. O candidato do Chapão, por sua vez, perdeu 4% do eleitorado.

O crescimento de Palmeira coloca em xeque o segundo turno na capital. Como vem apresentando aumento na preferência do eleitorado em todas as pesquisas, o candidato tucano pode ser eleito o novo prefeito de Maceió já no pleito do dia 7 de outubro. Basta conseguir 50% mais um voto e não haverá necessidade de outro turno de votação.  

Em terceiro lugar está o deputado estadual Jeferson Morais (DEM), com 8% da preferência do eleitorado. Na pesquisa anterior, o democrata havia apresentado 10% de intenções de voto. O vereador Galba Novaes (PRB) figura com 5% dos votos, uma queda de 1% em relação ao último levantamento.

Em seguida aparecem a deputada federal Rosinha da Adefal (PTdoB) e o professor Alexandre Fleming (PSOL) com, respectivamente, 2% e 1%. Nadja Baía (PPS) e Sérgio Cabral não conseguiram atingir o mínimo de 1% das intenções de votos.

Votos brancos e nulos somam 8% dos eleitores consultados. Outros 9% não souberam ou não quiseram opinar. A pesquisa entrevistou 500 pessoas, no período de 15 a 28 de agosto, e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo número 00022/2012.

Em risco

Os advogados do Chapão tem um importante problema para resolver antes da votação em primeiro turno: o registro de Lessa. Se o candidato não conseguir obter o registro na Justiça Eleitoral, não poderá disputar um eventual segundo turno. Os votos do ex-governador serão considerados nulo e o terceiro mais votado vai ganha o direito de participar segunda etapa da eleição.

Além disso, a anulação dos votos de Lessa pode favorecer Rui Palmeira e encerrar o pleito já na votação do dia 7 de outubro. O Chapão apresentou recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas não há qualquer previsão para o julgamento. Até o fechamento desta edição, a Corte não havia sequer designado um relator para o caso. Nos bastidores, continuam os comentários de que Lessa deverá ser substituído por outro candidato.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade