Alagoas, 24 de outubro de 2021 25º min 30º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Mesa redonda

Dilma reúne governadores do Nordeste para discutir seca

Segundo a assessoria de imprensa, o encontro foi acertado na última quinta-feira (19)

Do G1, em Brasília

23/04/2012 09h09

Dilma reúne governadores do Nordeste para discutir seca

A presidente Dilma Rousseff se reunirá nesta segunda-feira (23) com governadores de estados do Nordeste atingidos pela seca e deverá anunciar medidas de ajuda do governo federal. O encontro será em Aracaju, capital de Sergipe, estado que tem 18 municípios em situação de emergência devido à estiagem.

Segundo a Secretaria Nacional de Defesa Civil, os estados de Sergipe, Piauí, Bahia e Rio Grande do Norte têm, juntos, ao menos 250 municípios em situação de emergência devido à seca e à estiagem.

(Obervação: Ao ser publicada, esta reportagem informou que os quatro estados somavam 32 municípios em situação de emergência. O número se referia a cidades que tiveram emergência reconhecida na sexta-feira, dia 20).

Os estados deverão levar suas demandas à presidente e apresentar à Defesa Civil um plano de trabalho, para que a União possa disponibilizar verbas. O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, reuniu-se duas vezes com Dilma na sexta-feira (20) para discutir detalhes da reunião.

Os nomes dos governadores que participarão da reunião com Dilma e com o ministro ainda não foram confirmados pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, será um dos presentes. Segundo a assessoria de imprensa, o encontro foi acertado na última quinta-feira (19), após a presidente telefonar para Campos para obter informações sobre as consequências da estiagem no estado.

"O quadro é muito grave. O sertão fechou o seu ciclo tradicional de chuvas com 30% apenas da média anual e a meteorologia nos diz que o Agreste não terá um bom inverno", diz Eduardo Campos, por meio de nota.

Agenda da semana
Além do encontro com governadores em Aracaju na tarde desta segunda-feira (23), Dilma terá mais um compromisso em Sergipe. Na cidade de Rosário do Catete, a 30 km da capital, ela participa da cerimônia de contrato de arrendamento de reservas de potássio entre a Petrobras e a Vale.

A petroleira arrendou à mineradora, por prazo de 30 anos, o direito de explorar potássio em uma região que também possui petróleo. Esse projeto – chamado Carnalita – é um dos principais tocados pela Vale destinado à produção de fertilizantes.

Na terça-feira (24), de volta a Brasília, Dilma anuncia investimentos do PAC Mobilidade Urbana – Grandes Cidades, durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Para quinta-feira (25), há a previsão de que a presidente viaje para a cidade do Rio de Janeiro, onde participará da comemoração de 1,5 milhão de beneficiados do programa de erradicação da pobreza, Brasil sem Miséria, no estado. O número é resultado da integração dos programas Renda Melhor, Cartão Família Carioca e Bolsa Família.

À tarde, na cidade São João da Barra, deverá acompanhar a primeira extração de óleo pela OGX no Superporto do Açu. A OGX é uma empresa brasileira de óleo e gás natural controlada pelo grupo EBX, do empresário Eike Batista.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade