Alagoas, 31 de março de 2020 26º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Negação justa

Ministra do STJ recusa relatoria de pedido de liberdade de Cachoeira

Ministra Laurita Vaz alegou 'motivo de foro íntimo' na justificativa. Pedido de liberdade de Cachoeira será distribuído a outro membro do STJ

Do G1, em Brasília

11/04/2012 11h11

A ministra do Superior Tribunal de Justiça Laurita Vaz recusou, nesta quarta-feira (11), a relatoria do pedido de liberdade feito pela defesa do bicheiro Carlinhos Cachoeira ao tribunal. Com isso, o pedido de habeas corpus será distribuído a outro ministro da corte.

Cachoeira está preso desde o fim de fevereiro após a operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal. Ele é acusado de chefiar um esquema de jogos ilegais em Goiás. Escutas telefônicas apontam seu envolvimento com parlamentares.

A justificativa da ministra Laurita Vaz foi “motivo de foro íntimo”. Os códigos de processo penal e civil permitem que o juiz se declare impedido de julgar algum caso quando entender que algum fato possa colocar em dúvida sua imparcialidade para julgar.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade