Alagoas, 16 de outubro de 2021 25º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
De corpo e alma

Nos próximos dias, Obama se dedicará à América Latina ao receber Dilma e o presidente do México

Obama disse que pretendia se reunir com os líderes políticos da região antes da Cúpula das Américas, em Cartagena das Índias

Agência Brasil

02/04/2012 09h09

Os primeiros dias de abril do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, serão dedicados à América Latina. Nos próximos dias 9 e 10, ele receberá a presidenta Dilma Rousseff, que fará sua primeira visita oficial ao país. Antes, o norte-americano se reúne com o presidente do México, Felipe Calderón. As conversas estão marcadas para hoje (2) em Washington, capital dos Estados Unidos.

 

Obama disse que pretendia se reunir com os líderes políticos da região antes da Cúpula das Américas, em Cartagena das Índias, na Colômbia, nos dias 14 e 15 deste mês. Em junho, no México, ocorrerá o encontro do G20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo).

 

Além de Dilma e Calderón, Obama deve se reunir com o primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper. Em pauta, temas como a crise econômica internacional, energia, segurança e discussões sobre o tráfico de drogas e imigração.

 

Na Cúpula das Américas, um dos temas em debate é a a exclusão de Cuba do evento. Os presidentes Hugo Chávez (Venezuela), Rafael Correa (Equador) e Evo Morales (Bolívia) reagem à medida e prometem colocar o assunto em discussão.

 

Há mais de meio século, Cuba e os Estados Unidos têm relações diplomáticas rompidas, sendo que os cubanos estão submetidos a rigoroso embargo econômico, comercial, financeiro e bancário pelos norte-americanos. Ao assumir o governo, Obama disse que lançaria um “novo começo” nas relações entre os dois países. O Brasil e a maioria dos países latino-americanos defendem o fim do bloqueio a Cuba.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade