Alagoas, 17 de setembro de 2019 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Após revolução

Milhares de pessoas protestam e pedem novo regime no Egito

Manifestantes não acreditam nas promessas do marechal Hussein Tantawi

AFP

23/11/2011 14h02

Milhares de pessoas protestam e pedem novo regime no Egito

Milhares de pessoas permaneciam nesta quarta-feira na Praça Tahrir do Cairo para exigir a saída dos militares do governo, apesar da promessa do marechal Hussein Tantawi de entregar o poder a um presidente eleito em 2012.

Na terça-feira, o chefe de Estado de fato fez um discurso à nação e se comprometeu a organizar uma eleição presidencial até julho de 2012. Também se declarou disposto a entregar o poder imediatamente após um referendo.

Mas nesta quarta-feira, milhares de egípcios na Praça Tahrir afirmam não acreditar nas palavras do marechal, que foi ministro durante o antigo regime e que agora os manifestantes comparam ao presidente destituído Hosni Mubarak.

"Tantawi é uma cópia de Mubarak. É Mubarak com roupa militar", afirmou à AFP Ahmed Mamduh, um contador de 35 anos.

A determinação dos manifestantes, que já provocaram a renúncia do governo civil instalado pelo poder militar, permite imaginar uma disputa de longo prazo, a menos de uma semana das primeiras eleições legislativas desde a queda de Mubarak, que devem começar em 28 de novembro.

"Uma segunda revolução", afirma o jornal Al-Akbar na edição desta quarta-feira.

"O mais perigoso que pode acontecer é a deterioração da relação entre o povo e o Exército", adverte o jornal.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade