Alagoas, 17 de outubro de 2019 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322

Presidente da Câmara de Anadia processado por improbidade

16/11/2011 00h12

A cidade de Anadia não tem sorte mesmo. Dois meses após a prisão e afastamento da prefeita Sânia Tereza, chega a notícia de que a Câmara de Vereadores está envolvida em atos de improbidade administrativa que poderão levar à cassação do seu presidente. Despacho do juiz Helestron Silva da Costa publicado no diário eletrônico do Judiciário revela que o presidente da Câmara, José Adauto Almeida Rocha, responde a processo por desvio de recursos públicos, que pode culminar com a cassação de seu mandato por ato de improbidade administrativa.

O vereador João Adauto está sendo acusado de descontar o Imposto de Renda dos servidores da Câmara e não repassar os recursos para o município, ato que também configura crime de apropriação indébita. A denúncia foi feita no início do ano pelos advogados da prefeitura e o processo tramita na Vara do Único Ofício de Anadia. Segundo a denúncia, a Câmara, em 2010, deixou de recolher aos cofres do município R$ 21.360,00 de IR descontados dos servidores.

Ao analisar a denúncia, o juiz Helestron Silva da Costa encontrou subsídios suficientes para indicar uma possível concorrência de culpa do 1º Secretário da Câmara Municipal de Anadia, José João da Silva, e do contador responsável pelos cálculos do IR, Ialdo Marques Falcão. Todos serão ouvidos no mesmo processo, apesar dos esforços do atual prefeito José Augusto, PPS, (aliado de José Adauto) em arquivar a denúncia, alegando decurso de prazo.
Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade