Alagoas, 17 de outubro de 2019 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322

Pão de Açúcar é abandonado na gestão do prefeito Jasson Gonçalves

16/11/2011 00h12

Funcionários da Prefeitura Municipal de Pão de Açúcar promoveram ato público em protesto aos desmandos administrativos praticados pelo prefeito Jasson Silva Gonçalves (PSDB). Dezenas de manifestantes estiveram na Praça Bráulio Cavalcante, em frente ao prédio da Prefeitura, para reivindicar melhores condições de trabalho, o repasse de verbas da saúde, salários e pagamento de prestadores de serviço que estão atrasados há vários meses.

O manifesto teve o apoio da direção Estadual do SINDPREV e do Núcleo Regional de Pão de Açúcar. Segundo os funcionários e populares, o nepotismo praticado pelo prefeito é algo notório. O Secretário de Finanças, José Antonio Silva Gonçalves, irmão do prefeito, é quem comanda de fato a cidade.

Durante o protesto, Chico Mata, Diretor do SINDPREV, disse que o movimento é justo. “Esgotados os canais de negociação, nada mais resta senão a realização de atos desta natureza para demonstrar aos poderes constituídos, que os servidores estão atentos às suas administrações.”

Arlene Farias, do Núcleo Regional de Pão de Açúcar, usou a palavra, justificando o significado da manifestação: “o ato está sendo realizado após várias tentativas de acordo com o prefeito, que ajusta prazos e não os vem cumprindo.” Arlene e outros manifestantes denunciaram as péssimas condições em que se encontra o Hospital Dr. Djalma Gonçalves dos Anjos.

Moradores da região contaram a reportagem do jornal Extra que o maquinário do Hospital de Pão de Açúcar está completamente sucateado, sem contar com a falta de assistência com os enfermos que chegam precisando de auxílio médico. “Falta de profissionais da área médica, medicamentos e condições mínimas de higiene, pois faltam lençóis, forros de cama, sendo os profissionais que ali trabalham obrigados a fazerem verdadeiros milagres para atender à população, que não tem a quem recorrer”, falou um morador que preferiu não se identificar.
Vale ressaltar que o Hospital de Pão de Açúcar, Dr. Djalma Gonçalves dos Anjos, leva o nome do pai do atual prefeito, que também é médico. Existem informações que o prefeito deseja fechar o hospital que já foi referência na região.

Estiveram presentes no protesto: o vereador Duca, Newton Nascimento, presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Leandro (Gajeiro) e Sitrânia Cardoso, representantes do SINTEAL, além de motoristas, agentes de saúde, enfermeiros e funcionários concursados demitidos pelo atual prefeito.

A manifestação, contou também com a participação de funcionários demitidos há três anos, após terem sido aprovados e nomeados, que recorreram à justiça através de mandado de segurança, que até hoje não foi julgado pelo juiz da comarca.

Mais negociações Os manifestantes formaram uma comissão e foram à prefeitura agendar uma conversa com o prefeito, mas foram informados que o mesmo está licenciado do cargo e viajando. O vice-prefeito Marco Tavares, que está em exercício, também não estava na cidade e ninguém sabe do seu paradeiro. Os manifestantes foram recebidos pelo Secretário de Administração, Afrânio Vieira, que não agendou data para a reunião com o prefeito e solicitou aos manifestantes que levassem um microfone até a sua sala para que o mesmo usasse da palavra, o que foi de pronto recusado pela Comissão.

O caos sobre o calote salarial no município de Pão de Açúcar continua, pois o pagamento dos atrasados dos agentes de saúde foi realizado, mas os motoristas e prestadores de serviço continuam sem receber há três meses e não há previsão de liberação do pagamento. “Um verdadeiro caos”, sentenciam os funcionários públicos que preferiram não se identificar temendo represália.
Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade