Alagoas, 29 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Eleições 2020: jornal Extra e rádio Web Cidadania terão 10 horas de cobertura neste domingo.

Empresário diz que Marechal Deodoro vive tempos de abandono

07/09/2011 00h12

Ex-mentor político de Cristiano Matheus, o empresário Robson Rodas faz uma análise política da administração do atual prefeito e comenta os novos rumos da oposição em Marechal Deodoro. Na entrevista concedida ao jornal Extra, Rodas não poupa críticas ao prefeito de Marechal e confirma que o bloco de oposição vem sendo montado para eleger um novo prefeito do município em 2012.

Segundo Rodas, o único motivo de deixar de fazer parte da administração de Cristiano Matheus é a falta de compromisso do prefeito com o desenvolvimento de Marechal. "Ele é desatento, é lento, não tem compromisso com o povo e ainda é mau pagador. Eu sempre quis o melhor para o município, do qual sou filho da terra."

O empresário lembrou ter montado um plano para Marechal se desenvolver e que os projetos grandiosos ficaram só no papel. "Nem 5% do que eu planejei com Cristiano foram realizados. Vi que o trabalho não estava sendo feito de maneira correta e preferi me afastar."

O empresário desabafou: "Me arrependi de ter levado um forasteiro para administrar a minha terra. Tenho certeza que em 2012 será diferente, um filho da terra será o administrador da cidade." Sobre a sucessão municipa, Robson Rodas explanou que não tem nenhum interesse de ser prefeito, vice-prefeito, vereador ou ter qualquer cargo público na cidade.

"A minha relação com Marechal é afetiva, sou um empresário bem sucedido todos sabem, não preciso de política como meio de vida", destacou o empresário. Rodas revelou que nas últimas pesquisas realizada na cidade a rejeição de Cristiano Matheus gira a casa dos 80%.

Ao ser indagado se aceitaria o apoio de Danilo Dâmaso, que foi preso pela Polícia Federal, no último dia (24/8), Rodas foi direto: "Aceito o apoio, mas não o apoiaria para ser prefeito. A época dele já passou. Teve duas oportunidades e já fez o que tinha que fazer."

Os rumores da possível candidatura do deputado estadual, Marcos Barbosa, não é vista com bons olhos por Rodas. "Marcos vai continuar deputado, mas se ele quiser somar com a oposição será bem vindo. Não vou aceitar mais nenhum forasteiro no comando Marechal Deodoro", enfatizou.

Faltando pouco mais de 14 meses para a eleição municipal, o empresário disse que o bloco de oposição estará consolidado e nas ruas depois dos festejos de momo. "Existem nomes de peso que podem ser prefeitos de Marechal, tranquilamente. O nome será revelado no momento certo", relatou.

Por fim, Robson Rodas deixou claro que não tem nenhum problema com Cristiano Matheus. "Eu o encontrei numa choparia em Maceió, semana passada, em Maceió e fiz questão de cumprimentá-lo. Nossas divergências são estritamente políticas”, disse o empresário deodorense.
Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade