Alagoas, 25 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322

Toninho Lins: “Enfrentei os maiores bandidos para ser prefeito de Rio Largo”

31/08/2011 00h12

O prefeito de Rio Largo, Toninho Lins, falou durante o programa Conversa de Botequim de suas preferências políticas, o caos que as enchentes trouxeram para o município que administra e as denúncias de farra com dinheiro público, que é acusado. Toninho não poupou críticas aos adversários políticos e durante o bate-papo lançou à pré-candidatura de Izabelle Lins, sua esposa, a prefeitura de Messias.

Toninho contou que para ser prefeito de Rio Largo enfrentou grupos políticos perigosos da região, mas mesmo assim não esmoreceu em nenhum momento. "Enfrentei bandidos para ser prefeito de Rio Largo. Hoje administro com tranquilidade e com a certeza que tento fazer o melhor para o povo riolarguense."

Sobre reeleição, Toninho contou que é contra e preferiria um mandato eletivo de cinco anos. "O grupo político que faço parte exigiu a minha candidatura à reeleição e assim será. Tenho o ideal de fazer o melhor possível sempre. Infelizmente, as tragédias naturais dificultaram nossos trabalhos durante o tempo que estou prefeito."

Na entrevista, Toninho foi questionado sobre a utilização de dinheiro público para realização de uma festa particular. "Fico triste com as insinuações que alguns veículos de comunicações fizeram. Não usei o que é público para fazer minha festa de aniversário e jamais faria isso. Tanto não usei que não teve festa de Carnaval nem São João, pois não podemos ter gastos agora", enfatizou.

O prefeito de Rio Largo aproveitou a presença da imprensa, correligionários e lideranças políticas para lançar à pré-candidatura de Izabelle Lins, sua esposa, a prefeitura de Messias. Toni-nho afirmou que esse é um projeto de sua mulher e se ela quer rumar na política partidária terá seu total apoio.

A reportagem do jornal Extra entrou em contato com a pré-candidata e ela confirmou que disputar o pleito em Messias será um grande desafio, mas espera ser conduzida ao cargo de prefeita pelo povo, assim como a população de Rio Largo fez com seu esposo.

"Há mais de uma década Messias é administrada por uma família. A população vai ter a oportunidade de mudar. Essa é hora de renovação", contou com entusiasmo Izabelle Lins.
Toninho finalizou a entrevista dizendo que não vota em bandido, assassino e que vem mantendo uma conduta reta de trabalho. Lins ainda deu as boas vindas a um dos seus padrinhos políticos, João Beltrão, que estará de volta a Assembleia.

O que Toninho Lins diz sobre cada liderança
Téo Vilela - O velho Vilela e Téo foram amigos particulares do meu pai. Tenho um grande apreço pelo governador, ele é responsável e está fazendo um trabalho descente.

Renan Calheiros - Ele não é importante pra Rio Largo, nem para Alagoas. Ele é importante para o Brasil. Foi oposição a minha candidatura, mas assim que fui eleito procurei Renan para ajudar Rio Largo em Brasília. O povo é mais importante do que qualquer divergência política.

Benedito de Lira - Eu soube que ele chegou em Brasília e um senador disse: "Você derrotou Heloísa e ele retrucou: "Não, quem derrotou foi Renan. Eu fui o primeiro colocado". Benetido tem que ajudar mais Alagoas, não é só ser eleito. Espero que ele olhe mais para Rio Largo.
Fernando Collor - Tenho minhas divergências com ele e minhas admirações. Acho que ele chegou ao topo má-ximo que um político pode chegar.

Ronaldo Lessa - Foi um grande prefeito de Maceió. Tem seus erros, acertos e muitas vezes seus excessos.

João Lyra - Votei nele para governador. É um homem que já merecia ter sido prefeito de Maceió e governador de Alagoas há muito tempo.

Heloísa Helena - Tenho admiração por ela, mas acho que faria um papel importantíssimo na fiscalização em Brasília como deputada federal. Ela já provou isso no Senado e na Assembleia Le-gislativa de Alagoas.

Cícero Almeida - Nunca falei com ele. Já tentei inúmeras vezes, mas nunca deu certo.
Carimbão - Omisso, tem sua casa de recuperação em Rio Largo e não cuida. Fica tudo abandonado lá. Não tem compromisso nenhum. A prefeitura é que tem que manter os trabalhos que ele diz realizar.
Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade