Alagoas, 16 de setembro de 2021 23º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
OPERADOR DO SISTEMA ELÉTRICO

Brasil não corre risco de apagão nem racionamento de energia

Poder 360

21/06/2021 08h08

Governo federal emitiu alerta de emergência hídrica no fim de maio
Divulgação CopelGoverno federal emitiu alerta de emergência hídrica no fim de maio

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, descartou que o Brasil vá passar por um apagão de energia elétrica ou por racionamento.

O governo federal emitiu alerta de emergência hídrica no fim de maio. Para tentar reduzir o consumo, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) acionou a bandeira vermelha 2, quando é cobrado um valor adicional de R$ 6,24 a a cada 100 kWh consumidos. Na última 3ª feira (15), o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, confirmou que esse valor vai aumentar.

Ciocchi disse, em entrevista à GloboNews nesse domingo (20.jun.2021), que o país vive a maior crise hídrica em 90 anos. “Os reservatórios, hoje, estão com 30%. Eles devem chegar ao final do ano com 10% ou um pouco mais, 11%, mas com segurança”, falou.

“Nós do ONS desenvolvemos vários cenários, trabalhamos com vários cenários, porque as variáveis são muitas (…). Dentro desses cenários, havia um que era realmente preocupante”, disse.

“Foi feito um trabalho de trás para frente, ou seja, o que precisaria ser feito para evitar essa situação crítica. E todas essas medidas estão sendo tomadas, estão já em execução”, falou Ciocchi.

Ele explicou que as medidas não são para produzir mais energia, mas para “poupar a água” das hidrelétricas.

A principal medida, segundo o diretor-geral, é a redução da vazão em duas grandes usinas do Rio Paraná. “Com essa vazão intensa, você não conseguiria alocar mais energia termelétrica para segurar essa água”, declarou.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade